Lexington Avenue

Nova York – 20 passeios gratuitos (ou quase)

Nova York é uma das cidades mais caras do mundo, principalmente quando você coloca no cálculo o preço da hospedagem e das compras tão tentadoras. Mas tem tanta coisa para fazer de graça que você pode passar vários dias lá gastando apenas com alimentação e transporte. É claro que você vai querer entrar em algumas atrações mais caras, como o Empire State Building, a Estátua da Liberdade, o Top of the Rock ou o One World Observatory. Mas veja a lista abaixo do que é possível fazer gastanto (quase) nada.


Bethesda Terrace
Central Park
Todos os dias – Gratuito
O Central Park possui várias áreas para praticar esportes, relaxar, brincar, comer, apreciar esculturas, participar de eventos diversos ou apenas passear pelos pontos mais famosos. Dá para visitar em um dia só, mas como é muita caminhada, pode ficar cansativo. Como eu gosto muito do parque, recomendo dividir em pelo menos dois dias para aproveitar bem – incluindo sentar um pouco para descansar enquanto lê um livro, fazer uma refeição em um dos restaurantes ou aproveitar para dar uma corrida.


Times Square

Times Square
Todos os dias – Gratuito
A Times Square está localizada no encontro da 7ª Avenida com a Broadway. O local, repleto de outdoors e painéis iluminados, lojas, teatros, casas de espetáculo, hotéis e restaurantes, atrai quase de 40 milhões de visitantes por ano. São cerca de 330 mil pessoas por dia, entre turistas e pessoas que trabalham na região. Vale a pena ir a qualquer hora do dia e é uma região bem segura.


Macy's

7th Avenue e 5th Avenue
Todos os dias – Gratuito
Além da Times Square, tem muitas lojas para visitar nessa que é conhecida como Fashion Avenue entre a West 26th Street e a 42nd Street. A 7th Avenue tem várias lojas de roupas, inclusive a Macy’s, além de várias outras de brinquedos, eletrônicos, comidas e tudo o que se pode imaginar. Obviamente não é a região mais barata pra se fazer compras, mas custa nada dar uma voltinha por ali.

A 5th Avenue é ainda mais famosa que a sétima, passando pelo Empire State Building, a New York Public Library, o Rockefeller Center, a St. Patricks Cathedral e outros pontos turísticos com muitas, muitas lojas pelo caminho, inclusive a Tifanny’s e a Apple Store, já chegando no Central Park. Além disso, mais ao norte, o trecho entre as 82nd Street e 105th Street é conhecido como Museum Mile, englobando o Museum of African Art, o Guggenheim, a Neue Galerie New York e o The Metropolitan Museum of Art, entre outros.


Passagem de pedestres e ciclistas na Brooklyn Bridge
Brooklyn Bridge
Todos os dias – Gratuito
A Brooklyn Bridge, ao sul de Manhattan, pode ser apenas visitada rapidamente ou atravessada até o outro lado – a distância a ser percorrida é de mais que 1.5 km, com belas vistas do rio e da cidade. É possível ir de bicicleta ou, como eu optei, fazer a travessia a pé, parando de vez em quando para tirar fotos, observar a paisagem, ver detalhes da estrutura da ponte, etc.


Gramado do Brooklyn Bridge Park
Brooklyn Bridge Park
Todos os dias – Gratuito
Após atravessar a Brooklyn Bridge, recomendo emendar o passeio no parque de mesmo nome. Depois de ser utilizado como porto, o local foi readequado e agora oferece espaços para piquenique, prática de esportes, exposições de obras ao ar livre e uma ótima vista de Manhattan. Além disso, o local é palco de vários eventos, como shows e o festival de gastronomia Smorgasburg.


Estátua da Liberdade e sul de Manhattan vistos da Staten Island Ferry

Estátua da Liberdade
Todos os dias – Gratuito
Para chegar até a ilha e visitar efetivamente a Estátua da Liberdade, é preciso pagar ingresso. Mas para quem se contenta e ver a estátua mais de longe, a opção é pegar o Staten Island Ferry no sul de Manhattan, ao lado do Battery Park. O serviço que liga as duas ilhas é gratuito e você pode pegar o barco de volta assim que chegar em Staten Island, ou seja, é um passeio rápido.


Rose Main Reading Room
New York Public Library
Todos os dias – Gratuito
Na verdade a New York Public Library é um sistema que engloba várias bibliotecas acadêmicas e profissionais de Manhattan, do Bronx e de Staten Island, contando com mais de 53 milhões de itens para pesquisas e circulação. Mas aqui o que importa é a filial principal inaugurada em 1911, na época, a maior estrutura de mármore dos Estados Unidos. O prédio fica na 5th Ave com 42nd St e tem várias salas interessantes de visitar, além de exposições de obras de arte e objetos históricos.


Fonte e gramado do Bryant Park, com a New York Public Library ao fundo

Byrant Park
Todos os dias – Gratuito
Localizado exatamente atrás da New York Public Library, o parque tem várias opções de entretenimento. Seu gramado é utilizado em eventos como o Bryant Park Summer Film Festival e concertos musicais, no verão, e dá lugar a uma pista de patinação, no inverno. Outros eventos incluem a biblioteca gratuita a céu aberto, jogos de tabuleiro, mesas de ping-pong e de xadrez, entre outras coisas. Há também outras atividades, como aulas de yoga e tai chi.


Comcast Bulding, no Rockefeller Center
Rockefeller Center
Todos os dias – Gratuito
O Rockefeller Center é um complexo com vários prédios, mas o Comcast Building é o mais famoso. São 70 andares e 266 metros de altura – atualmente o 16° mais alto arranha-céu de Nova York. A visita ao local é especial no fim do ano, quando a praça em frente ao prédio recebe decoração especial com muitas luzes e a já tradicional árvore de Natal gigante. O passeio pela praça e pelo saguão do prédio, onde há muitas lojas, é gratuito. Para patinar no gelo na Rockefeller Plaza ou subir até o Top of the Rock, é preciso pagar.


Main Concourse do Grand Central Terminal

Grand Central Terminal
Todos os dias – Gratuito
Mais comumente chamada de Grand Central Station, essa é a maior estação de trens do mundo em número de plataformas, todas no subsolo. Está localizada entre as ruas 42nd Street e Park Avenue, bem no centro de Manhattan. A inauguração se deu em 1871, mas as instalações originais foram totalmente demolidas e refeitas entre 1903 e 1913. O amplo Main Concourse é o principal ponto de encontro e visitação, tendo sido mostrado em várias séries e filmes. A parte mais famosa é o balcão de informações com o relógio de quatro lados no topo, mas o teto com pintura das constelações também merece atenção.


Passagem entre prédios de Manhattan no High Line Park

Highline Park
Todos os dias – Gratuito
O parque, construído sobre uma linha de trem suspensa desativada, tem extensão de 2.33km. São onze entradas, cinco delas com elevadores para acesso de pessoas com cadeiras de rodas. Eu recomendo começar pelo norte e passear pelos jardins, inspirados na vegetação que cresceu naturalmente na linha de trens quando estava abandonada, até a saída mais ao sul. Em alguns trechos foram mantidos os trilhos como recordação do uso original do espaço. A caminhada permite ter belas vistas da cidade de Manhattan e do Rio Hudson, passar por dentro de prédios, utilizar bancos e espreguiçadeiras para descansar, lanchar, etc.


Temperos e chás vendidos à granel no Chelsea Market

Chelsea Market
Todos os dias – Gratuito
Você pode emendar o passeio do Highline Park com uma visita a esse mercado voltado para alimentação. Tem lojas com vinhos de todo o mundo, um mercado de produtos importados de Marrakesh, uma padaria com cookies tipicamente americanos, um açougue com carnes locais e uma loja voltada para a culinária italiana, entre outros. Vale muito a pena conhecer, mesmo que não vá comprar nada.


9/11 Memorial - Relecting Abscence e 9/11 Memorial Museum
9/11 Memorial
Todos os dias – Gratuito
O National September 11 Memorial & Museum foi criado para lembrar as vítimas dos ataques. A atração é composta pelo 9/11 Memorial Museum, que é o museu em si, e o 9/11 Memorial, a praça com duas grandes piscinas, criando um vazio no lugar onde se erguiam as torres gêmeas, rodeadas de parapeitos com os nomes de todas as vítimas, incluindo as do World Trade Center, do Pentágono, do vôo 77 da American Airlines, do vôo 93 da United Airlines e da bomba de 1993. Esse memorial é muito bonito e triste ao mesmo tempo. Além disso, dali se tem a vista bem próxima do novo prédio construído, o One World Trade Center.


Parte interna do Guggenheim Museum

Guggenheim
Sábados, das 17h45 às 19h45 – Pay What You Wish
O Guggenheim tem obras de arte bem interessantes e arquitetura que chama a atenção e enriquece o passeio. Como é pequeno, não é um passeio cansativo e não compromete o dia inteiro. Você pode pagar o quanto quiser aos sábados, entre 17:45 a 19:45, somente em dinheiro. Como é o único dia com essa regalia, geralmente se forma uma fila para entrada – é recomendado chegar meia hora antes.


Esculturas expostas no Met

The Metropolitan Museum of Art
Todos os dias – Pay What You Wish
The Met, é o maior museu dos Estados Unidos e um dos mais visitados do mundo. Inaugurado em 1872, possui coleção permanente com mais de dois milhões de trabalhos, divididos em dezessete áreas: antigo oriente; armas e armaduras; artes da África, Oceania e Américas; arte asiática; vestuários; desenhos; arte egípcia; pinturas européias, com obras de quase todos os mestres europeus; esculturas e decorações européias; americanos; arte romana e grega; arte islâmica; coleção Robert Lehman; arte medieval e jardins; arte moderna e contemporânea; instrumentos musicais; e fotografias. O preço do ingresso é apenas sugerido, então você pode pagar o quanto quiser.


Fósseis do tiranossauro rex e outros animais pré-históricos

American Museum of Natural History
Todos os dias – Pay What You Wish
Localizado em frente ao Central Park, trata-se de um dos maiores museus do mundo, com 27 edifícios interligados, 45 salas de exibição permanente, além do planetário, livraria, lojinhas e cafés. A coleção do museu contém mais de 32 milhões de espécies de plantas, animais, fósseis, minerais, rochas, meteoritos e artefatos criados pelos homens, dos quais apenas uma pequena parcela é exibida. A maior parte das salas é ocupada por animais empalhados, dispostos em cenários que reproduzem seus habitats naturais. Essas exibições são separadas por temas, como mamíferos africanos, mamíferos asiáticos, pássaros, répteis e anfíbios, florestas norte-americanas, oceano, etc.


Museum of Modern Art, MoMA

MoMA – Museum of Modern Art
Sexta-feira, das 16 às 20h – Gratuito
O MoMA está localizado no coração de Manhattan, próximo à Times Square, o Rockefeller Center e o Central Park. Nos dias normais, você precisa pagar o valor integral do ingresso. A exceção acontece nas sextas-feiras, das 16h às 20h, quando o ingresso é gratuito devido ao patrocínio da loja Uniqlo. Se você acha que vai precisar de muito tempo para ver todas as obras com calma, prepare-se para chegar uma hora antes da distribuição dos ingressos, às 15h, na fila que se forma na entrada da 54th Street. Se a ideia é evitar as longas filas, é recomendado chegar às 18h, quando a maioria dos visitantes já entrou, mas você terá no máximo duas horas para ver tudo.


Zoo Center

Bronx Zoo
Quartas-feiras – Pay What You Wish
A entrada do zoológico só é promocional nas quartas-feiras, dia em que você pode pagar o quanto quiser. O Bronx Zoo abriu suas portas em novembro de 1899 com 843 animais dispostos em 22 exposições. Em 2010, o local já possuía mais de 4.000 animais de 650 espécies, muitas delas ameaçadas de extinção. É, atualmente, o maior zoológico urbano dos Estados Unidos. Apesar de não ficar na parte turística, que se concentra mais em Manhattan, vale a pena pegar o subway e visitar o zoológico. Mas atenção: tanto pela distância (mais de 40 minutos de metrô) quanto pelo tamanho do parque, esse é um passeio que exige tempo.


Union Square Subway

Union Square
Todos os dias – Gratuito
Eu adoro uma praça e a Union Square tem um monte de coisas que eu gosto ao seu redor, como a enorme livraria Barnes & Noble, a loja de eletrônicos Best Buy e o restaurante especializado em chocolates artesanais Max Brenner <3. Além disso, todas as segundas, quartas, sextas e sábados é realizada na praça a feirinha orgânica chama Union Square Greenmarket.


Wall Street com a Trinity Church ao fundo, em 2014

Wall Street
Todos os dias – Gratuito
Localizado no sul de Manhattan, o Financial District abriga importantes instituições e pontos turísticos de Nova York, como a bolsa de valores New York Stock Exchange, o Federal Hall e a Trinity Church. Depois ainda dá pra passar pela escultura do Charging Bull, famoso símbolo da agressividade financeira, e pelo Bowling Green, o primeiro parque público da cidade.

Anúncios

2 comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s