Passeios de barco com a Go Rio

San Antonio – Passeio pelo centro da cidade

Os meus dias em San Antonio foram ocupados por muitos passeios, principalmente no centro. Isso aconteceu porque o local concentra a maior parte dos atrativos da cidade e também porque eu estava hospedado no Red Roof Plus Downtown Riverwalk, que fica a uma distância a pé de todos eles. Eu escolhi esse hotel porque achei que havia um bom custo/benefício e ficava próximo ao centro de convenções, mas há várias outras opções disponíveis como o Hilton Palacio del Rio, o Hyatt Regency San Antonio e o San Antonio Marriot Rivercenter, entre outros.

Ao todo, são mais de 500 hospedagens cadastradas no Booking.com. Para ajudar a definir a melhor opção para você, recomendo dar uma olhada no mapa interativo acima, que mostra todos os destinos turísticos, restaurantes e outros locais que eu visitei. Assim dá para limitar a área de procura. Obviamente que há lugares que eu não tive tempo ou oportunidade de ir, mas dá para ter uma boa ideia. Seja como for, vamos a um resumão do que fiz na parte central da cidade.

Igreja erguida pelos missionários
Igreja erguida pelos missionários

Historicamente falando, The Alamo é uma das construções mais importantes não apenas para a cidade de San Antonio, mas para o estado do Texas como um todo. O local começou como uma missão religiosa espanhola para converter os nativos americanos, mas acabou sendo usado para atividades militares. Ali aconteceu a importante batalha de luta pela independência do Texas que, à época, ainda fazia parte do México. Os libertadores acabaram sendo massacrados em 1835, mas o evento ficou marcado na histórica como um ideal de força e perseverança. Atualmente, o espaço abriga um museu que reconta a história. A entrada é sempre gratuita.

The Torch of Friendship
The Torch of Friendship

Ali pertinho fica um monumento chamado The Torch of Friendship, um presente do povo mexicano dado a San Antonio em 2002, o que pode parecer irônico depois de tantos conflitos no passado e até de estresses mais recentes. Mas o fato é que a proximidade entre o país e os estados do sul, o grande número de imigrantes cruzando as fronteiras e a troca cultural estreitou as relações ao longo dos anos. O escultor não ignora essa complexidade, descrevendo a obra como alternâncias festivas, complexas e fortes, mas, no fim das contas, integrada e harmônica. A escultura representa a união e amizade do México, Estados Unidos e Canadá.

Fachada principal da igreja
Fachada principal da igreja

Mas não foram apenas essas comunidades que formaram a população local. Um grande contingente de imigrantes chegou, por exemplo, da Irlanda e da Alemanha logo após a conquista da independência do Texas. Foram os alemães os responsáveis pela construção da St. Joseph’s Catholic Church, uma igreja erguida para que os fiéis pudessem ouvir a palavra de Deus proclamada e celebrada em sua própria língua. A construção, em estilo gótico, data de 1871 e serviu por muitos anos a essa crescente comunidade de imigrantes.

Passarela sobre o rio
Yard House

Ainda nos dias de hoje, a presença de pessoas de várias nacionalidades é um dos elementos marcantes em uma cidade que recebe imigrantes, turistas e eventos importantes. Isso transparece, por exemplo, nas opções gastronômicas concentradas nessa região. Em uma mesma área temos a churrascaria brasileira Fogo de Chão, o pub mexicano Chili’s, os fast-food chineses, italianos, japoneses e outros, o bar americano Hooters, o restaurante de culinária fusion Yard House, cafés e tantos mais.

Loja de departamentos Macy's
Shops at Rivercenter

Todos esses fazendo parte do Shops at Rivercenter, um grande shopping mall com diversas lojas. Mesmo com o dólar em alta e o real desvalorizado, sempre é possível encontrar muitos produtos que valem a pena ser comprados nos Estados Unidos. O país é conhecido por suas promoções e não custa nada dar uma olhada nas vitrines de roupas, sapatos, brinquedos, perfumes, acessórios, eletrônicos e outros. Eu fiz essa viagem no final do ano e praticamente todos os estabelecimentos estavam on sale. O maior destaque fica com a Macy’s, por ser uma grande loja de departamento, mas também há lojas da Aeropostale, Skechers, Sunglass Hut, The Disney Store, American Eagle Oufitters e Victoria’s Secrets, por exemplo.

River Walk
River Walk

O shopping é praticamente uma passagem obrigatória, já que chega até ali outro dos maiores atrativos da cidade. O River Walk surgiu após uma grande enchente ocorrida em 1921 causar muitos estragos no centro da cidade e a morte de 50 pessoas. Depois disso, foram feitos planos para a construção de uma barragem no Olmos Park e um desvio na região central. As margens do rio foram transformadas em uma área de lazer com pista para caminhada. A construção inicial abriu mais de 5 km de passagens para pedestres, vinte pontes e extensas plantações de árvores e jardins. Em 1946, o plano foi colocado à prova com a ameaça de uma nova inundação, cujos danos foram minimizados devido à represa e o canal.

Lila Cockrell Theater
Lila Cockrell Theater

Já em 1968, uma grande expansão foi feita na ocasião do HemisFair ’68, uma feira mundial que teve como tema a confluência de civilizações na América. Um destaque foi o Lila Cockrell Theatre, que recebeu o nome da primeira prefeita mulher da cidade. O mosaico da fachada Confluence of civilizations foi criado pelo arquiteto e artista mexicano Juan O’Gorman mostrando a diversidade da humanidade. Ao lado direito são mostradas as civilizações grega, romana e europeia. À esquerda ficam a América do Sul e o México. No centro, San Antonio e outros elementos do estado do Texas como um astronauta e um cowboy. As imagens são formadas com 400.000 pedaços de pedras de doze cores.

Henry B. González Convention Center
Henry B. González Convention Center

O teatro faz parte do Henry B. González Convention Center, também criado em 1968 e expandido e modernizado em 2016. A instalação recebe mais de 300 eventos e 750.000 pessoas de todo o mundo a cada ano. Os números impressionam: são 150.000 m2 de área, dos quais 18.900 m2 se destinam a espaços de encontros. Há dois salões, sendo o Stars at Night o maior do estado do Texas. Também há quatro salas de exibição e muitos outros espaços.

Tower of Americas
Tower of Americas

Mas o que se sobressai na paisagem é mesmo a Tower of the Americas, datada da mesma época. Como eu tive alguns dias de chuva, acabei não tendo oportunidade de subir no observatório e seu restaurante, que ficam a 230 metros de altura e certamente oferecem uma vista ampla da cidade e da região. Essa foi a mais alta torre dos Estados Unidos entre os anos de 1968 e 1996, quando a Las Vegas Stratosphere Tower foi concluída. Ainda é o edifício mais alto de San Antonio e o 27° do Texas. O entorno, chamado Hemisfair Park, também é muito bonito e conta com museus, restaurantes, jardins e praças.

La Villita
La Villita

Além dos diversos hotéis, lojas e restaurantes às margens do rio, também há diversas opções culturais com acesso direto pelo River Walk. Um exemplo é La Villita, uma área com diversas construções que incluem praças, restaurantes, lojas, uma pequena igreja e outros estabelecimentos distribuídos ao longo de ruas internas para circulação de pedestres. O foco são produtos artesanais da região. O espaço também é usado para a realização de eventos diversos como apresentações teatrais e musicais.

Arneson River Theater
Arneson River Theater

Aliás, um dos atrativos à beira do rio é o Arneson River Theater, um teatro ao ar livre cuja plateia é separada do palco apenas pela passagem do rio. O espaço foi construído entre 1939 e 1941 e recebeu esse nome em homenagem a Edwin Arneson, um engenheiro cujo trabalho foi fundamental para angariar os fundos necessários para a obra. É possível acomodar mais de 800 pessoas sentadas nos 13 degraus cobertos de grama. A ponte chamada Rosita’s Bridge, nomeada em honra à cantora Rosita Fernandez, geralmente é usada como parte das performances de grupos folclóricos, concertos musicais, peças teatrais, apresentações de dança e até mesmo óperas.

The Briscoe Western Art Museum
The Briscoe Western Art Museum

Outro local que eu visitei e recomendo é o Briscoe Western Art Museum, que apresenta coleções de obras de arte dessa área dos Estados Unidos. As pinturas, objetos, móveis, fotografias e outros retratam o oeste americano com temas que vão dos povos nativos e influências espanholas até os dias atuais. Um dos fatores que eu achei bastante interessante na visita foi a visão crítica dos eventos que marcaram a região, marcada pelo massacre dos indígenas, por conflitos na luta pela independência e pela escravidão do homem negro. Ao lado do museu tem um jardim de visitação gratuita com diversas esculturas.

Casa Rio
Casa Rio

Ali pertinho fica o restaurante mais antigo do River Walk. Com grandes salões temáticos e mesas dispostas no calçadão, a Casa Rio serve pratos tradicionais da culinária mexicana. Eu achei uma delícia ficar sentado na parte externa enquanto tomava uma sangria, comia um tanto mais do que deveria e acompanhava o movimento das pessoas, os animais e os barcos. Aliás, eles também oferecem jantar para grupos em embarcações com capacidade para 14 a 20 pessoas.

The Buckhorn Sallon Bar
The Buckhorn Sallon & Museum

The Buckhorn Saloon & Museum funciona há mais de 130 anos como um ponto de encontro para comer, beber e bater papo. Albert Friedrich, o proprietário, descobriu que muitas pessoas que viajavam pela velha trilha empoeirada que chegava à comunidade não levavam dinheiro. Teve, então, a ideia de aceitar chifres de animais como pagamento pelas bebidas que servia. Foi assim que começou uma das maiores e mais exclusivas coleções desse tipo no mundo, revestindo paredes e tetos. Não é à toa que o local ficou conhecido como Hall of Horns. O museu também conta com muitos animais empalhados, móveis e outros objetos.

Reprodução da cidade no início do século XX
The Texas Ranger Museum

Em 2006, o espaço foi expandido e ganhou um museu adicional, The Texas Ranger Museum. Essa nova área possui centenas de artefatos autênticos, incluindo pistolas automáticas, espingardas, distintivos e muito mais. Os rangers, que surgiram como um grupo de voluntários que defendia a fronteira, observando a movimentação dos povos indígenas, tomaram proporções maiores com o passar dos anos e se tornaram oficialmente responsáveis pela investigação de crimes e corrupção política, controle de motins e outros. A organização esteve envolvida em diversos eventos importantes como ao impedir o assassinato dos presidentes William Howard Taft e Porfirio Díaz em El Paso, além de casos de criminosos famosos como o matador John Wesley Hardin, o ladrão de bancos Sam Bass e os fora-da-lei Bonnie e Clyde.

Fachada principal
St. Mary’s Catholic Church

A St. Mary’s Catholic Church, que é dedicada à Virgem Maria, é a segunda mais antiga igreja da cidade, tendo surgido depois somente da San Fernando Cathedral. Sua história tem início após a guerra do Texas pela independência, a partir de quando um grande número de imigrantes chegou a San Antonio. A necessidade de ministrar missas a esses católicos não-hispânicos fez com que o Bispo John M. Odin estabelecesse uma nova casa. Em 1852, foi comprado o terreno e a construção em estilo gótico teve início três anos depois. A inauguração se deu em 1857 com missas em inglês e alemão. Infelizmente, o prédio foi danificado de forma irreparável na grande enchente ocorrida em 1921. Com isso, foi construída uma nova, dessa vez em estilo neo-romântico.

Main Plaza
Main Plaza

A Main Plaza era, assim como em todas as cidades de influência espanhola, o centro da cidade, ficando em frente à principal igreja. Dali irradiavam as ruas que levavam aos prédios governamentais, lojas e casas. Com isso, o local era o principal ponto de passagem e encontro dos moradores, além de abrigar os festivais religiosos, formações militares, paradas civis e eventos políticos.

Bexar Courthouse County
Bexar Courthouse County

Ao final do século XIX, a Plaza de las Islas, como era conhecida, começou a perder o seu protagonismo devido ao crescimento da área urbana. Enquanto isso, a praça diminuía de tamanho devido ao alargamento das avenidas e a construção do Courthouse Bexar County, que tomou uma porção da parte sul. Ainda assim, é uma praça ampla e importante para San Antonio, uma vez que ali são realizados diversos eventos e comemorações.

Vista de trás do altar
San Fernando Cathedral

O prédio mais importante da área é a San Fernando Cathedral. A estrutura original foi construída entre 1738 e 1750 e suas paredes podem ser vistas ainda hoje no santuário, o que lhe dá o título de igreja mais antiga do Texas e uma das mais antigas dos Estados Unidos. Acredita-se que a fonte batismal tenha sido um presente de Charles III, que se tornou rei da Espanha em 1759. O seu domo serve como referência para o centro geográfico e cultural de San Antonio. A sua conclusão na forma atual, em sua maior parte no estilo gótico, foi por volta de 1868. Já as estações de pedra esculpida da cruz foram adicionadas em 1874 e os vitrais em 1920.

City Hall
City Hall

Um quarteirão atrás fica a Plaza de Armas, um dos locais permanentemente ocupados mais antigos do Texas, tendo sido explorado pelos espanhóis a partir de 1691. Aqui ficava o Presidio San Antonio de Bejar, um forte cujo objetivo era proteger o assentamento e as missões religiosas. Já na época da república, a área perdeu sua importância militar (também foi chamada de Military Plaza), mas continuou a ser um dos espaços mais movimentados da cidade devido à presença de um mercado de rua. O prédio da prefeitura foi concluído em 1892 e a feira passou a funcionar a algumas quadras dali.

Sala de jantar
Spanish Governor’s Palace

O Spanish Governor’s Palace fazia parte do antigo forte. A casa servia de residência e escritório para o comandante militar. Anos depois, San Antonio foi nomeada a capital do Texas e o capitão passou a atuar como governador da região. O local foi marcado por conflitos pela independência do estado, que buscava se desvincular do México. Após a conquista, em 1836, o forte deixou de existir, mas a casa foi conservada. Atualmente, o local funciona como um museu que conta importantes passagens da história e mostra a decoração e organização de uma casa do século XIX.

O. Henry House
O. Henry House

Outra construção histórica, essa bem mais simples, é a O. Henry House. Construída por volta de 1855, essa pequena residência típica dos imigrantes alemães possui apenas dois cômodos. Originalmente, ela ficava na South Presa Street, tendo sido ocupada entre 1895 a 1896 por William Sidney Porter, que ganhou reconhecimento nacional como um escritor de contos sob o nome de O. Henry. Ali ele escrevia um jornal humorístico semanal. Em 1960, a casa foi movida para a localização atual pela família Kush e a Lone Star Brewery Company. Infelizmente, quando eu passei por lá ela estava fechada e não pude visitar seu interior. Também não tive tempo de ir até a Casa Navarro State Historic Site, que reconta a história de José Antonio Navarro, um dos dois únicos texanos a assinar a declaração de independência do estado.

Produce Row
Historic Market Square

Em vez disso, segue até a Historic Market Square. O local passou a abrigar a feira de rua na época da construção da prefeitura. Ali visitei algumas lojas, que vendem desde produtos caros como chapéus e botas de couro trabalhadas artesanalmente e roupas em estilo mexicano ideais para climas frios até quinquilharias destinadas a turistas. Há algumas delas pelas ruas, que são fechadas para a circulação de carros. Mas a maioria encontra-se dentro de dois prédios: o Farmer’s Market Place e o El Mercado.

Centro de Artes
Centro de Artes

Além das compras, outro atrativo do local é o Centro de Artes. Apesar de ter tido altos e baixos desde a sua inauguração, em 2007, o objetivo do museu continua sendo o mesmo: contar a experiência latino-americana com foco na região sul do Texas através da arte, história e cultura. E foi exatamente isso que eu encontrei durante a minha visita, que é gratuita. E o melhor é que o espaço não deixa nada a desejar, já que é bem grande e organizado, apresentando ótimas exposições temporárias.

Mi Tierra Café y Panadería
Mi Tierra Café y Panadería

Gostei tanto dessa área da cidade que voltei lá a noite para jantar no Mi Tierra Café y Panadería, um restaurante, café, padaria e bar que serve pratos tradicionais mexicanos e da culinária conhecida como tex-mex. O estabelecimento era comandado Pedro Cortez, que se mudou do México para San Antonio na época da grande depressão. Na cidade, trabalhou pela valorização da cultura mexicana e revitalização do mercado. Ali abriu um café com apenas três mesas que atendia os fazendeiros e trabalhadores que chegavam cedo para trabalhar no comércio. Atualmente, o estabelecimento, que reúne cores, arte, música, história e gastronomia hispânicas, tem espaço para mais de 500 pessoas.

Vasos gregos com gravuras
San Antonio Museum of Art

Seguindo novamente pelo River Walk, eu também visitei o San Antonio Museum of Art. Ele fica um pouco distante das demais atrações do centro, mas vale a pena a visita para ver exposições que retratam mais de cinco mil anos de história e arte ao redor do mundo.

Obviamente, eu não tenho pretensão de que esse seja um guia definitivo dessa área de San Antonio. Eu não tive tempo de visitar muitos outros museus, restaurantes e atrativos da região. Mas acredito que dê para ter uma boa ideia do que a cidade tem a oferecer em termos de turismo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s