Spanish Governor's Palace

San Antonio – Spanish Governor’s Palace

O Presidio San Antonio de Bejar foi um forte erguido próximo ao rio para proteger o assentamento civil e as missões religiosas, além de garantir o domínio espanhol na região. Construído pelo padre franciscano Antonio de Olivares e o povo indígena payaya, essa estrutura representa a origem da cidade de San Antonio juntamente com a Misión de San Antonio de Valero, atualmente chamada The Alamo, e o Acequia Madre de Valero, um canal de irrigação para a agricultura.

Estátua do governador
Estátua do governador

Em 1726, havia 35 soldados no forte e quatro famílias vivendo próximo; 9 soldados espalhados pelas missões e um total de 200 pessoas entre a população civil. Desse presidio, a única coisa que resta é justamente o Spanish Governor’s Palace, que fica no endereço 105 Plaza de Armas. A casa servia de residência e escritório para o comandante militar. Anos depois, San Antonio foi nomeada a capital do Texas e o capitão passou a atuar como governador da região. O local foi marcado por conflitos pela independência do estado, que buscava se desvincular do México. Após a conquista, em 1836, o forte deixou de existir, mas a casa foi conservada.

Fachada principal
Fachada principal

Apesar de ser chamada de palácio, a construção é bastante simples para os dias de hoje. É preciso lembrar que o local é datado do século XVIII, tendo sido planejado desde 1722 e concluído em 1749. Com apenas um andar e paredes de barro, a casa conta com dez cômodos e um espaçoso jardim, podendo ser feita uma visita razoavelmente rápida. As informações sobre dias e horários de funcionamento, bem como o preço da entrada, podem ser encontradas na página oficial.

Sala de jantar
Sala de jantar

Logo que cheguei, recebi um mapa que sugere uma ordem específica para a visita. Isso faz sentido porque o ideal é seguir de acordo com a evolução da construção, já que cômodos novos foram adicionados com o tempo. Nas paredes, há explicações sobre o uso de cada espaço, atualmente divididos em entrada, quarto, sala de estar, escritório, loja, aposento das crianças, escola, sala de jantar, cozinha e terraço. Em cada um deles, há textos explicativos sobre a sua história e função, o que permite vislumbrar o dia a dia há séculos atrás.

Cozinha toda equipada
Cozinha toda equipada

Também há bastante informações sobre os móveis, utensílios domésticos e costumes da época. Todos os ambientes são devidamente decorados com objetos antigos, o que serve perfeitamente ao propósito do museu. Apesar de eu gostar bastante de exposições mais interativas, confesso que nesse caso não senti falta e achei os textos precisos e esclarecedores. Aliás, os recursos tecnológicos pareceriam totalmente fora de contexto nesse ambiente, se formos parar para pensar.

Calmaria na área externa
Calmaria na área externa

A parte de trás da casa ainda conta com um extenso e bem cuidado jardim, literalmente com muita sombra e água fresca. Essa hora do dia eu já tinha caminhado bastante e aproveitei para sentar um pouco e dar uma descansada. Além das passagens, bancos, árvores exóticas e outras plantas, a área externa possui uma elaborada fonte dos desejos. É um ótimo espaço para encerrar o passeio de forma agradável.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s