Localização de Arraial d'Ajuda no mapa mundi

Arraial d’Ajuda – Geografia e clima

Localizado no litoral do estado da Bahia, esse distrito de Porto Seguro foi o destino de algumas das minhas viagens quando mais novo. Na época, o turismo na região ainda estava se desenvolvendo, mas hoje em dia recebe muitos visitantes de outros países e também brasileiros. Para se ter uma ideia, em 2010, quando foi realizado o último senso, moravam ali quase 17 mil habitantes. A estimativa é que a população tenha mais que dobrado no decorrer da última década.

Rio Buranhém
Rio Buranhém

Arraial d’Ajuda está localizada parte em um planalto e parte numa planície, sendo cercada de mata atlântica e diversos mangues. A maioria dos viajantes chega após a travessia de balsa pelo Rio Buranhém e já encontram uma grande diversidade de opções de hospedagem com pousadas, hotéis e casas de luxo. Apesar disso, as praias dessa área são bastante tranquilas, já que a maioria prefere fazer passeios para as localidades mais famosas.

Uma das galerias
Rua do Mucugê

Eu sempre fiquei no centro da vila, que tem como ponto principal de referência a Rua do Mucugê. Ali estão concentradas várias opções gastronômicas, além da parte histórica que inclui o Santuário de Nossa Senhora d’Ajuda e as casinhas históricas bem conservadas da praça principal. Há boas opções de diversão com a vida noturna ativa e muitas opções de restaurantes, cafés, bares e bistrôs, oportunidades de trabalho para investidores e o ritmo de vida tranquilo.

Praia do Mucugê
Praia do Mucugê

O centro é um bom ponto de partida para todos os passeios na região devido à sua localização, já que os principais atrativos são mesmo as belezas naturais das praias com águas mornas e piscinas naturais. A mais próxima é a Praia do Mucugê, de onde eu parti para a caminhada para o norte um dia e, no outro, segui pelo litoral sul em direção a Trancoso, totalizando a exploração de cerca de 12 km.

Recifes à vista na maré baixa
Recifes à vista na maré baixa

As praias do Apaga Fogo, Araçaípe, Pescadores, Mucugê e Parracho encontram-se em um terreno mais plano e possuem muitos recifes, o que faz com que o mar seja calmo e possibilite observar a biodiversidade marinha, principalmente se tiver equipamentos como snorkel e máscara de mergulho. Também são ótimos pontos para a prática de esportes aquáticos como caiaque, windsurfe e barco a vela.

Vista lateral das falésias
Vista das falésias

Já o litoral sul é marcado pelas falésias, ora cobertas de vegetação, ora com suas diferentes cores à mostra. O legal é que há pontos de subida que permitem observar melhor a paisagem local, como a rampa de voo livre e o mirante da lagoa, infelizmente há muito já seca. As ondas das praias da Pitinga, Lagoa Azul e Taípe são mais agitadas e há menos construções, deixando um visual mais natural.

Piscina natural de água doce
Piscina natural de água doce

Ali é possível tomar banhos de água doce nos rios que se encontram com o mar. Nas vezes que eu passei por lá, o nível estava bem baixo, possibilitando fazer a travessia tranquilamente e continuar caminhando. Também dava para deitar e se refrescar sem muita agitação, principalmente na baixa temporada, quando esses locais mais afastados ficam bem desertos.

Ponta do Apaga Fogo
Ponta do Apaga Fogo

Também é possível fazer passeios para pontos mais distantes, como ao pegar uma escuna para conhecer o Recife de Fora, que fica a cerca de cinquenta minutos da costa e conta com um santuário de corais imerso a seis metros de profundidade e povoado com muitos peixes, moluscos e tartarugas. Já a Ilha dos Aquários tem acesso por balsas e abriga tubarões e diferentes espécies marinhas. Outro atrativo é subir de barco o Rio Buranhém, passeio bastante procurado para o horário do pôr-do-sol.

Tabela com as médias do clima

A tabela do clima acima mostra a média das temperaturas em 2019. Como se pode perceber, as temperaturas são altas no verão. Mesmo nos meses de inverno, a umidade aumenta a sensação de calor e possibilita curtir as praias sem nenhum problema. Eu até prefiro ir para Arraial d’Ajuda nesses meses de baixa temporada porque os atrativos ficam menos cheios e são feitas promoções para atrair mais consumidores.

Praia em dia de chuva
Praia em dia de chuva

As chuvas acabam sendo bem distribuídas ao longo do ano, muitas vezes acontecendo de forma intensa e passageira. Em outras ocasiões, peguei dias inteiros nublados, o que nunca é a melhor opção em passeios de praias. Sinceramente, não tem como se programar nesse aspecto. Uma coisa que muda, definitivamente, é a duração do dia, que é consideravelmente maior nos meses mais quentes. De qualquer maneira, qualquer época é boa para visitar a região.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s