Rua no centro de San Pedro de Atacama

San Pedro de Atacama – O que fazer na cidade

São Pedro do Atacama, como chamamos a cidade no Brasil, está há 1.700 km da capital do país, Santiago. Nas últimas décadas, se tornou o principal ponto de partida para diversos passeios no deserto do Atacama e, por isso, se especializou no turismo. Em seus arredores estão importantes atrativos, como os Geiseres del Tatio, o Valle de la Luna, as Lagunas Altiplânicas, o Salar de Atacama e vários vulcões. Vou tratar individualmente de cada um dos passeios que fiz nas proximidades em outras postagens, então essa vai se concentrar no que há para fazer na cidade em si.

A cidade não tem exatamente pontos turísticos, todo mundo vai para San Pedro de Atacama para conhecer as paisagens naturais próximas. Mas, para quem vai ficar mais tempo e pode fazer os passeios num ritmo tranquilo, acaba sobrando o período da manhã ou da tarde em alguns dias. Aliás, essa é a melhor opção, já que os tours são bem cansativos devido ao clima e a altitude e por ter que acordar muito cedo para algumas saídas. Como não dá (na verdade dá sim) para ficar o resto do tempo todo dentro do quarto da pousada/albergue, mesmo porque é preciso sair para se alimentar, o ideal é aproveitar para explorar a cidade.

Plaza San Pedro de Atacama
Plaza San Pedro de Atacama

San Pedro tem muitas opções de restaurante, inclusive alguns mais sofisticados para quem animar gastar um pouco muito a mais. Mas falo sobre os restaurantes em outra ocasião. A intenção aqui é falar sobre como preencher o tempo vago. Como toda cidade do interior, há uma praça central, a Plaza San de Pedro de Atacama. Esse é o ponto escolhido por várias das agências de turismo para partida ou chegada dos passeios, então você vai acabar passando por ela. Mas também é um local agradável, com sombra, para descansar um pouco ao ar livre.

Iglesia de San Pedro
Iglesia de San Pedro

Também não é surpresa que tenha uma igreja na praça principal. A Iglesia de San Pedro, de estilo andino, foi construída em adobe no século XVI e foi sede paroquial até 1641. Justamente o estabelecimento da igreja que deu origem ao povoado. A estrutura atual data de 1744 e foi reformada entre 1839 e 1843. A torre antiga, de madeira, foi substituída em 1964. Mais recentemente, foi erguido o muro, também em adobe, para cercar a construção. Com três acessos em forma de arco, o muro construído em 1978 forma um pátio interior. A entrada é gratuita e interior revela muita simplicidade nos móveis, nos elementos decorativos e no altar.

Feira de artesanato
Feira de artesanato

Nos arredores da praça também está a Feria Artesanal San Pedro de Atacama organizada pelos indígenas da região. Ali você encontra desde produtos tradicionais da cultura atacameña, como panos, agasalhos, objetos decorativos, folhas de coca, rica rica (uma erva da qual se faz um chá medicinal), cerâmica e cestos, como também produtos industrializados e, principalmente, voltados para os bolsos dos turistas. Algumas coisas parecem realmente bem descontextualizadas no ambiente, como umas camisas mais modernas. Mas enfim, são outros tempos. Além dessa, há outras feirinhas e lojas de artesanato ou lembranças espalhados pela cidade. Outra que eu lembro de ter visto se chama Pueblo de Artesanos e fica ao lado do Terminal de Buses, que é um pouco mais afastado do centro.

Feirinha de frutas e legumes
Feirinha de frutas e legumes

Falando em feirinha, também achei uma que, embora pequena, tinha várias frutas e verduras bem bonitas e nem era muito caro. Essa parecia mesmo voltada para os moradores da cidade, não tinha aquele estilo de lugar turístico. Obviamente que eu não anotei o endereço e tampouco lembro em que rua exatamente ela ficava, afinal de contas, eu andava ali meio sem rumo certo, mas acredito que ela não abria todos os dias porque só vi uma vez. Mas tem outras lojinhas que vendem umas frutas bonitas, além de vários biscoitinhos e guloseimas que podem servir para complementar o café da manhã ou forrar o estômago durante os passeios – a maioria inclui um lanche, mas é sempre bom levar a mais porque pode demorar a ser servido.

Museo del Meteorito
Museo del Meteorito

Embora pareça pouco convencional em sua forma, se assemelhando a uma barraca em formato redondo, o Museo del Meteorito possui mais de 3.000 peças – uma das maiores coleções de meteoritos do mundo, todos caídos no deserto do Atacama. Obviamente que apenas uma pequena porção está exposta e várias das peças podem não apenas ser vistas, mas também tocadas. Bastante interessante para quem gosta do assunto. Para mais informações e preço do ingresso, visite a página oficial. Tem também o Museo Arqueológico R. P. Gustavo Le Paige, inaugurado em 1957 pelo jesuíta de mesmo nome e contém uma coleção de cerca de 380.000 peças da cultura atacameña. Essa é a principal atração da cidade e fica na praça central, mas este estava fechado quando eu fui.

A noite no centro de San Pedro de Atacama
A noite no centro de San Pedro de Atacama

Fora essas opções para o dia, a cidade ganha vida no fim da tarde e no começo da noite, quando a maioria dos turistas volta dos passeios e sai para comer. Além dos restaurantes, há barzinhos onde se pode tomar uma cerveja ou outras bebidas relaxantes. O clima mais ameno também deixa tudo mais agradável, a não ser que você seja uma daquelas pessoas que morre de frio ou não levou uma roupa adequada. Obviamente a farra não dura até muito tarde, por ser uma cidade pequena e todo mundo ficar cansado no fim do dia. No mais, é andar pelas ruas e ir descobrindo uma coisa aqui e outra ali. Mas, para ajudar, disponibilizo abaixo o mapa interativo do que eu visitei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s