Baía do Caju

Parnaíba – Principais atrativos

Para quem quer fazer a Rota das Emoções completa ou apenas conhecer os atrativos do litoral piauiense, vale a pena incluir Parnaíba como um dos destinos. Com o aeroporto que recebe voos nacionais e internacionais, é  uma boa porta de entrada para fazer passeios por rios, dunas, praias, mangues, lagoas e outros atrativos. Além disso, a cidade possui muitas opções de hospedagem.

Piscina na área externa
Pousada Vila Parnaíba

Eu escolhi ficar na Pousada Vila Parnaíba, que é uma das mais bem avaliadas da região e possui uma ótima estrutura, incluindo o extenso jardim, que serve como um refúgio natural no meio da área urbana. Além dos quartos confortáveis, ganhou pontos comigo pela piscina e hidromassagem na parte externa, que permite aos hóspedes se refrescarem e relaxarem depois de um dia de passeio.

Embarcação no porto
Porto das Barcas

A pousada está bem próxima do Porto das Barcas. O antigo complexo de armazéns era usado para tratar e guardar os produtos que seriam comercializados com estados vizinhos e até mesmo países europeus em embarcações que chegavam e partiam pelo rio. Recentemente, foi todo renovado e readequado para funcionar como um centro cultural e comercial.

Museu do Mar
Museu do Mar

Ali ficam agências de turismo, lojas de artesanato, bares, restaurantes e a Pousada Porto das Barcas. Mas o que mais me agradou na visita ao local foi observar a arquitetura neoclássica e visitar o Museu do Mar, que tem rico acervo sobre a pesca, o meio ambiente e a história da região. O novo píer do porto também é um bom local para acompanhar o pôr-do-sol.

Tipos de embarcações
Porto dos Tatus

Mas é importante deixar claro que os passeios de barco mais procurados não saem dali, mas sim do Porto dos Tatus, que fica a cerca de dez quilômetros de distância. Dá para ir até lá por conta própria em carro alugado ou pelo transfer já incluso nos serviços das agências. Outro detalhe relevante é o tipo de embarcação, que muda totalmente o clima do passeio. Tem os maiores, que  comportam mais gente, tocam música alta e guia falando no microfone. Eu escolhi a lancha rápida, com poucas pessoas e mais calmo.

Circuito Canárias
Circuito Canárias

Primeiro eu fiz o Circuito Canárias, que parte de manhã e tem a primeira parada nas Dunas do Morro Branco; passa pelo Igarapé do Periquitos para observação da fauna e flora; chega ao destino principal na Baía das Canárias para um banho no encontro do rio com o mar e passeio de buggy; e termina em um restaurante na ilha para quem quiser pedir um almoço ou beber.

Revoada dos Guarás
Circuito Revoada dos Guarás

Já o Circuito Revoada dos Guarás acontece no período da tarde e também passa por um igarapé com destino à Baía do Caju, junto à ilha de mesmo nome; a primeira parada é no Morro do Meio, onde é possível tomar um banho de rio ou explorar as dunas; depois seguimos ao atrativo principal, que é assistir à chegada dos pássaros vermelhos durante o pôr-do-sol; por fim, voltamos ao porto e pegamos o ônibus de volta para a pousada.

Centro histórico
Centro histórico

Como dividi os passeios pelo rio em dois dias para não ficar muito cansativo, tive tempo de explorar mais a região. Uma das opções é dedicar algumas horas para dar uma volta no centro histórico, que possui diversas casas e igrejas antigas, podendo estar reformadas, em processo de revitalização ou situação precária – cada um com sua beleza. Não é nada imperdível, mas serviu para complementar a minha estadia no local.

Barra Grande, transfer de parnaíba Lagoa do Portinho
Lagoa do Portinho

Embora seja um pouco mais distante, vale a pena fazer uma parada na Lagoa do Portinho, alimentada pelas águas do rio e das chuvas. Entre as atividades, destacam-se os passeios de banana boat e lancha, mas também dá para dar um mergulho, explorar as dunas dos Lençóis Piauienses por conta própria ou apenas comer em algum dos restaurantes à sua margem.

Barra Grande, transfer de parnaíba
Praia em Luís Correia

A lagoa está na divisa com a cidade de Luís Correia, que fica no litoral do estado e com praias que atraem visitantes durante todos o ano. Elas ficam lotadas no réveillon, carnaval e nos meses de verão de um modo geral. Na alta temporada, a comunidade chega a receber cinco vezes o seu número de moradores. Dá para ir e voltar a partir de Parnaíba, mas, se quiser passar uns dias por lá, pesquise com antecedência as opções de hospedagem. As principais são a Praia de Atalaia e a Praia do Coqueiro, ambas extensas e com ótima estrutura de barracas.

Barra Grande, transfer de parnaíba Vila Itaqui
Vila Itaqui

Mas existem outras mais tranquilas, principalmente se afastando do centro urbano. Quem busca calmaria pode ficar na Praia do Itaqui, onde há um farol de mesmo nome. Eu passei rapidamente para conhecer a Vila Itaqui, que conta com confortáveis bangalôs com vista para o mar, piscinas, restaurante, loja e tudo mais o que se pode precisar durante a estadia.

Barra Grande, transfer de parnaíba Árvore Penteada
Árvore Penteada

Passando a região de Camoci, fiz uma parada na Árvore Penteada, que cresceu com seus galhos todos voltados para um lado devido à forte ação dos ventos. Ela fica literalmente no meio do nada, mas se tornou um símbolo da região e, quando passei por lá, estavam pavimentando uma pracinha para ter uma estrutura e receber melhor os turistas. Ela fica a uns cinco quilômetros da Praia de Carnaubinha, onde se pode fazer um passeio para observar cavalos-marinhos.

Barra Grande, transfer de parnaíba Praia de Macapá
Praia de Macapá

Na comunidade chamada Ponta do Anel, onde também é possível encontrar diversas opções de hospedagem, ficam a Praia de Maramar e a Praia de Macapá, as últimas pertencentes ao município de Luís Correia. É um ótimo lugar para ir com a família, incluindo crianças, já que são formadas piscinas naturais de águas mornas, transparentes e calmas na maré baixa. Com boa estrutura, ambas contam com barracas, sendo que da última é possível ver a foz do Rio São Miguel, onde ficam a Ilha do Guará e a Ilha do Meio.

La Plage Boutique Hotel
La Plage Boutique Hotel

Na outra margem já é Barra Grande, mas é preciso dar uma volta para fazer a travessia e chegar à comunidade, que pertence ao município de Cajueiro da Praia. Eu preferi me hospedar por lá alguns dias para aproveitar melhor e escolhi o La Plage Hotel Boutique, que tem uma decoração em estilo grego. Também dormi na Pousada Rota dos Ventos, que possui acomodações em chalés, bangalôs e até casa de temporada. Ambas ficam a poucos metros da praia principal. 

Prática de kitesurfe
Prática de kitesurfe

Barra Grande tem se destacado como destino turístico no litoral do Piauí nas últimas décadas, desde a inauguração da Pousada BGK, que identificou o potencial do local como destino para a prática do kitesurfe. A praia possui fortes ventos, águas em temperatura agradável e clima estável durante todo o ano. A pequena comunidade fica a cerca de uma hora de distância de Parnaíba.

Como possui pouco mais de sessenta quilômetros, é fácil explorar todo o litoral piauiense durante uma viagem curta. Para escolher melhor o local usado como base para os passeios ou dividir a estadia em destinos variados, recomendo dar uma estudada no mapa interativo acima, onde marquei os principais atrativos visitados. Para ver com mais detalhes, basta dar um zoom in. Da mesma forma, afaste para ver os pontos mais distantes. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s