Angela Rosengart ao lado de obra do Picasso

Lucerna – Sammlung Rosengart

Para aproveitar ao máximo o meu Swiss Travel Pass, busquei reunir em cada dia várias atrações e uso do transporte. Nessa ocasião, por exemplo, eu fiz todo o passeio pelo Monte Pilatus, voltei para Lucerna em um passeio de barco pelo lago e, como ainda sobrou um tempinho, resolvi emendar com a visita a esse museu de arte. O Sammlung Rosengart fica no centro histórico da cidade, no endereço Pilatusstrasse 10. As informações sobre dias e horários de funcionamento podem ser acessadas na página oficial, bem como os preços para quem não possuir o passe.

Prédio em estilo neoclássico
Prédio em estilo neoclássico

O negociante de arte Siegfried Rosengart mantinha contatos amigáveis com vários artistas como Pablo Picasso, Joan Miró, Marc Chagall, Henri Matisse, Georges Braque e Fernand Léger. Juntamente com a sua filha, ele reuniu uma coleção particular de mais de 300 obras de arte moderna. Após a sua morte, Angela fundou uma fundação com o objetivo de preservar o acervo e torná-lo acessível ao público. Em 2002, o museu foi inaugurado no antigo edifício em estilo neoclássico antes ocupado pelo Schweizerischen Nationalban, o Banco Nacional da Suíça. A construção, datada de 1924, foi adaptada para servir como um museu pelo arquiteto Roger Diener.

Desenho de Angela Rosengart feito por Picasso
Desenho de Angela Rosengart feito por Picasso

Nascida em 1932, Angela Rosengart é uma ativa negociante de arte desde a adolescência, seguindo os passos do pai, com foco no modernismo clássico. Seu contato direto com os artistas fez com que mantivesse uma amizade próxima com Picasso, que a retratou nada menos que cinco vezes, uma delas vista na foto acima. Não é à toa que, em 1978, Siegfried e Angela presentearam a cidade com oito obras do artista, dando início a um museu dedicado a ele. As obras acabaram voltando para a família ao serem incorporadas ao Sammlung Rosengart.

Quadros de Pablo Picasso
Quadros de Pablo Picasso

Todo o andar térreo é dedicado a Pablo Picasso, cujas obras são organizadas de forma cronológica e vão de 1938 a 1969. Ali estão em exposição 32 pinturas, principalmente dos seus últimos anos. Também há cerca de 100 desenhos, aquarelas, esculturas e outros trabalhos, além e fotografias registradas pelo seu amigo, David Douglas Duncan.

Obras de artistas consagrados
Obras de artistas consagrados

Além de outros trabalhos de Picasso, o andar superior conta com uma exposição de mais de 20 outros artistas, incluindo Paul Cézanne, Marc Chagall, Wassily Kandinsky, Fernand Léger, Henri Matisse, Joan Miró, Amadeo Modigliani, Claude Monet, Camille Pissarro, Pierre Auguste Renoir e Edouard Vuillard. São obras escolhidas de acordo com o gosto pessoal dos colecionadores, pelo sentimento provocado nos colecionadores. Isso faz sentido porque o acervo, como um todo, mostra trabalhos inovadores que ajudaram a levar a arte para o campo da abstração.

Uma das pinturas de Paul Klee
Uma das pinturas de Paul Klee

Já o subsolo é dedicado a Paul Klee, com 125 aquarelas, desenhos e pinturas a óleo. Esses trabalhos documentam as variadas fases criativas do artista, que é o segundo foco principal do museu.

Além das exposições, o museu realiza visitas guiadas para adultos e crianças, palestras e concertos. A agenda dos eventos pode ser conferida na página oficial.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s