Porto da comunidade Uymani

Isla del Sol – Comunidad Yumani

A comunidade Yumani fica ao sul da Ilha do Sol e é a primeira parada para quem vem de Copacabana. Ninguém que estava no meu barco desceu ali, já que os maiores atrativos turísticos estão na comunidade Challapampa, ao norte. Eu fiz a caminhada pela trilha Willka Thaki, saindo do norte em direção ao sul, onde passei a noite.

Yumani é onde se concentra o maior número e as melhores opções de hospedagem e alimentação da ilha. Eu fiquei no Hostal Casa de la Luna, que possui uma confortável estrutura e linda vista do Lago Titicaca, e jantei no Restaurant Pachamama, de onde foi possível acompanhar o pôr-do-sol. Mas o local não é só cama e mesa.

Como eu fiz a trilha vindo do norte, visitei e me hospedei primeiro na parte superior da comunidade, só conhecendo realmente o porto no dia seguinte, quando ia embora. Caso você desembarque diretamente em Yumani, deverá fazer o pagamento da taxa de turismo no porto.

Fuente del Inca
Fuente del Inca

A alguns passos do porto está a Fuente del Inca, uma importante fonte de água mineral para a população local. A fonte possui três bicas, cada uma supostamente alimentada por uma nascente diferente. Elas representariam para os incas o seu lema principal: ama sua, ama llulla, ama khella (não roube, não minta e não seja preguiçoso). Os primeiros espanhóis a chegarem ao local acreditavam de que se tratava de uma fonte da juventude.

Escalera Inca
Escalera Inca

A fonte se encontra aos pés de uma longa escada de pedra com cerca de 500 degraus que leva até a parte central de Yumani. Subir a Escalera del Inca pode ser bastante cansativo, mas é necessário para quem quer ter acesso à maioria das hospedagens e restaurantes da ilha. Eu deixei a minha mala no Hotel Lago Azul, em que me hospedei em Copacabana, e fui para a Ilha do Sol apenas com uma mochila para passar a noite.

Burros de carga
Burros de carga

Se você não estiver nem um pouco disposto, pode pagar para que seus pertences sejam transportados no lombo de um burro, muito usados pela população local. Na Ilha do Sol não circulam carros, motos ou qualquer outro meio de transporte que a gente odeia e ama, então o deslocamento é sempre feito a pé ou de barco. A subida, que é feita por uma “rua” principal que serpenteia o morro, é de cerca de 1km até o ponto mais alto, uns 200 metros acima do nível do porto. A caminhada é particularmente cansativa devido à altitude da região, que chega a 4.000 metros do nível do mar. Por isso, recomenda-se um ritmo lento, com pausas para apreciar a paisagem ou olhar os artesanatos produzidos e vendidos pelos moradores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s