Apreciando o nascer do sol

Salar de Uyuni – Nascer do sol no deserto de sal

Para iniciar o terceiro dia de travessia do deserto boliviano rumo a Uyuni, é dada aos turistas a escolha entre acordar mais tarde, tomar o café da manhã no hotel e depois sair para o passeio; ou levantar mais cedo, por volta das quatro horas, e sair imediatamente para ver o nascer do sol no salar, deixando para tomar o café da manhã depois. O grupo precisa chegar a um consenso, já que todos os carros têm que sair e andar sempre juntos. A maioria optou pela segunda opção.

Acordamos ainda de madrugada e, rapidamente, nos vestimos e passamos no banheiro para dar aquele tapa no visual e escovar os dentes antes de levar as malas para o carro e partir em direção ao Salar de Uyuni.

Noite no Salar de Uyuni
Noite no Salar de Uyuni

Quase duas horas de estrada depois, paramos ainda no escuro em uma imensidão de sal. Como se pode imaginar, estava fazendo bastante frio. É importante sair bem agasalhado para esse passeio, pois a temperatura só vai aumentar durante o dia.

O sal é bem mais duro do que eu imaginava. Eu pensei que seria como pisar em uma areia de praia, mas o sal estava bem cristalizado e parecia uma pedra com a superfície coberta de extremidades pontiagudas. Definitivamente, não é um lugar em que você queira andar descalço, pois machuca bastante.

Logo que chegamos começou o nascer do sol, um espetáculo da natureza que dura pouco tempo, mas que vale muito a pena apreciar. Além disso, o silêncio, a atmosfera do lugar e aquela imensidão de sal branquinho tornam a experiência única. Realmente não consigo entender como alguém iria preferir ficar em um albergue dormindo por uma ou duas horas a mais em vez de aproveitar essa oportunidade. Como se acordar mais cedo um dia fosse um sacrifício muito grande para quem já enfrentou horas de voo e dias atravessando um deserto em condições longe das ideais. Mas enfim, cada um com suas prioridades. Eu sei que no fim das contas todos foram e ficaram encantados.

Nascer do sol no Salar de Uyuni
Nascer do sol no Salar de Uyuni

O Salar de Uyuni é de uma imensidão e muito plano, com algumas poucas montanhas lá no fundo, justamente onde nasce o sol. Quando você olha nessa direção, o céu azul vai sendo tomado pelas cores que vão do amarelo ao vermelho, marcando as poucas nuvens com sombras. O sal ainda está escuro porque estamos olhando contra a luz.

Vendo o nascer do sol no Salar de Uyuni
Vendo o nascer do sol no Salar de Uyuni

Pouco depois, ao virar para o outro lado, já é possível ver o tapete branco com essa textura linda e o céu com cores suaves que incluem tons de roxo, rosa, amarelo e azul claro.

Pedacinho de sal
Pedacinho de sal

Aproveitei para, ali mesmo, pegar um pedacinho de sal do chão. Ele não sai muito fácil, é como se você estivesse tentando quebrar uma pedra. Mas dá para encontrar uns pedacinhos meio soltos. E sim, eu experimentei de novo – faz parte da experiência salar completa. Sobrevivi.

Hora de seguir viagem
Hora de seguir viagem

Depois de ficar por ali um tempo e tirar várias fotos, é hora de seguir viagem porque ainda tem muita, mas muita coisa para se ver no Salar de Uyuni.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s