Restaurant Sonne

Appenzell – Restaurant Sonne

Depois de passar a manhã passeando pelo centro histórico de St. Gallen e subir o monte Säntis e ter vista para seis países, terminei meu dia com um fim de tarde na pequena Appenzell. Essa última cidade não estava nos planos, então eu não havia pesquisado absolutamente nada sobre o que visitar ou onde comer. Andando meio sem rumo pelas ruas, passamos em frente ao Restaurant Sonne e resolvemos comer ali. O restaurante está localizado no coração da cidade, em frente à praça Landsdemeindeplatz.


Ambiente ★★★★★

O que primeiro me chamou atenção no restaurante foi a fachada do casarão histórico onde funciona, com as paredes pintadas de um amarelo bastante chamativo e condizente com o nome, janelas com molduras vermelhas e desenhos que dão uma atmosfera medieval ao local. Na parte superior, há uma frase em alemão mach es wie die sonnenurh, zühl die heitera stunden nur e um sol com um relógio de 9 às 16h. Posteriormente, joguei no Google tradutor e revelou-se como “faça como o relógio do sol, sinta as horas com serenidade” ou algo parecido.

Biergarten, a área externa do restaurante
Biergarten, a área externa do restaurante

O restaurante possui três ambientes. O biergarten é a parte externa, podendo comportar até 130 pessoas no jardim da Landsdemeindeplatz. Parece ser o lugar ideal para ficar nos dias de clima agradável para tomar as cervejas locais e dar uma relaxada. Quando eu fui, ainda era o começo da primavera e estava fazendo um pouco de frio. As árvores ainda estavam praticamente sem folha e, pela foto, dá para perceber que as pessoas se sentaram ao sol para dar aquela aquecida. Como eu sempre busco sombra, preferi ficar no ambiente interno.

Gaststube, na parte interna
Gaststube, na parte interna

O gaststube, salão principal com capacidade para cerca de 50 pessoas, possui teto rebaixado e mesas e cadeiras de madeira clássicas. A decoração é toda bem clara e minimalista.

Há ainda um outro ambiente interno, chamado stübli, para cerca de 20 pessoas. É uma sala menor e aconchegante, ideal para pequenos grupos que buscam um espaço mais privativo, que pode ser reservado para celebrações de família, festa de aniversário, jantar de negócios ou outras ocasiões diversas.


Serviço ★★★★☆

Uma coisa que eu percebi nas cidades menores que eu visitei na Suíça é que a maioria das pessoas não falam inglês, pelo menos não fluentemente, o que é um empecilho para mim que não falo uma palavra de alemão. Francês e italiano até que a gente arrisca umas palavras e dá para entender algumas coisas, mas alemão é sacanagem. A garçonete falava um pouco de inglês e foi simpática, mas nada que permitisse estabelecer uma comunicação mais abrangente. De qualquer maneira, fomos bem atendidos e os pratos chegaram corretamente, sem muita demora.


Preço ★★★☆☆

A moeda do país é o franco suíço, que tem uma cotação parecida com o euro para nós, brasileiros. Se tem uma coisa que eu aprendi nessa viagem é que é verdade quando falam que na Suíça tudo é bem caro. Com a alimentação não é diferente, mas eu havia pesquisado bastante nos meus planejamentos e já estava preparado psicologicamente para gastar sem muito sofrimento. Para ter uma ideia do menu e os valores, acesse a página oficial. O site está em alemão, mas pode ser traduzido automaticamente pelo navegador.


Comida ★★★★☆

O grande destaque desse restaurante são as especialidades regionais. Como acontece com toda culinária com a qual não estamos acostumados, pode acontecer de não agradar ao paladar. Eu gosto de provar coisas diferentes, então para mim estava tudo bem, tudo ótimo.

Appenzeller Landsgemeindeschüblig vom Grill mit Bärlauch-Käsespätzli
Appenzeller Landsgemeindeschüblig vom Grill mit Bärlauch-Käsespätzli

Como não estávamos com muita fome, pulamos a entrada e partimos direto para os pratos principais. Eu escolhi o Appenzeller Landsgemeindeschüblig vom Grill mit Bärlauch-Käsespätzli. Felizmente esse restaurante tinha uma tradução para o inglês em todos os itens do cardápio, o que ajudava bastante na hora da escolha. Ainda assim tive que pesquisar algumas coisas no Google porque, como eram pratos específicos da região, nem sempre há tradução para outras línguas. Pedi meio sem ter certeza do que iria comer, mas fiquei bastante satisfeito. Basicamente, era uma típica salsicha grelhada de Appenzell, acompanhada com uma massa de ovos chamada spätzle e molho de queijo e alho selvagem.

Überbackene Scheinsschnitzel (Nierstück) mit Pilzrahmsauce und Appenzeller Käse, Rösti
Überbackene Scheinsschnitzel (Nierstück) mit Pilzrahmsauce und Appenzeller Käse, Rösti

Meus companheiros de viagem pediram um prato que era escalope de porco, batata rösti gratinada e creme de cogumelos; e outro que era peito de frango com alho selvagem e risoto de aspargos. Ou seja, as opções não são assim tão estranhas, mas possuem sabores fortes por causa dos queijos e temperos. Nesse dia, não pedimos sobremesa também.


Resumo ★★★★☆

Esse restaurante foi um achado porque, descobri depois, é considerado um dos melhores da cidade. Foi uma ótima oportunidade de experimentar a gastronomia local e, comparado com outros restaurantes das cidades maiores, o preço até que era em conta (para os padrões suíços, é claro).

Anúncios

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s