Ambiente interno da biblioteca

St. Gallen – Stiftsbibliothek: a biblioteca da abadia

A história dessa biblioteca tem início com a chegada do monge chamado Gallus à região, onde se estabeleceu e iniciou uma comunidade de eremitas, em 612 d.C. No século seguinte, a estrutura foi ampliada para uma abadia, que cresceu rapidamente. No século IX, o monastério já havia adquirido considerável influência religiosa, erudita e econômica. Graças às suas escolas e à sua biblioteca, a Stiftsbezirk St. Gallen (Abadia do distrito de St. Gallen, em alemão) se tornou um dos principais centros culturais do mundo ocidental.

No início do século XIX, por motivações políticas, a Abadia de St. Gallen foi desfeita e sua biblioteca passou a ser administrada pelo governo. Atualmente, a Stiftsbibliothek (biblioteca da abadia, em alemão) é um museu bastante visitado, mas também um bem equipado e profissional local para o estudo de manuscritos, história medieval e vida monástica.

Alguns dos livros expostos
Alguns dos livros expostos

Ao contrário das igrejas, esse é um passeio pago, o que pode afastar os turistas que estão fazendo uma viagem mais econômica (se é que isso é possível na Suíça). O que posso dizer para os que estão em dúvida é que vale muito a pena entrar nesse local que é, desde 1983, um Patrimônio Mundial da UNESCO. Então inclua o valor da entrada no seu orçamento e já vá preparado – nem é tão caro, vai. Para preservar o piso, é exigido que todos os visitantes usem uma pantufa peluda fornecida no local. Também não é permitido tirar fotos no interior da biblioteca, então as imagens que usei aqui foram retiradas da página da biblioteca.

Stiftsbibliothek
Stiftsbibliothek

O salão da biblioteca foi construído em estilo Barroco, na mesma época da Kathedrale. Hoje, é considerada uma das mais belas bibliotecas do mundo, com proporções que beiram a perfeição e móveis de madeira que criam uma atmosfera de aconchego e harmonia. Todos os artesãos envolvidos no projeto vieram da região do Lago Constança. Os afrescos que cobrem o teto foram pintados por Joseph Wannenmacher e retratam os quatro primeiros conselhos ecumênicos dos primórdios da igreja. A inscrição grega sobre a porta principal de acesso à biblioteca pode ser traduzida como “sanatório para a alma”.

Manuscrito antigo
Manuscrito antigo

Nos dias de hoje, a Stiftsbibliothek possui cerca de 170.000 trabalhos. Dentre os 2.100 manuscritos, mais de 400 datam de antes dos anos 1000 d.C, o que coloca a biblioteca entre os mais importantes repositórios de manuscritos do mundo. Ali, são encontrados escritos que formaram a base da cultura e história intelectual do mundo ocidental, incluindo textos religiosos, literatura, música, história, leis, medicina, línguas e outros assuntos. Os livros e objetos que ficam em exposição variam de acordo com um tema escolhido pela curadoria, sendo que a maioria vem da própria coleção.

Exposição arquitetônica e cultural no Lapiradium
Exposição arquitetônica e cultural no Lapiradium

Na adega abobadada da biblioteca fica o Lapidarium, cuja visita também está inclusa no ingresso, há exposições sobre a arquitetura do local e da formação cultural da abadia de St. Gallen, além de outros objetos históricos. Essa parte é mais interessante para quem quer conhecer a história da construção, já que apresenta as maquetes, as datas, a evolução da construção ao longo dos séculos e outras informações desse tipo. Não é tão impactante quanto a parte da biblioteca, mas vale a pena visitar.

As informações sobre horário de funcionamento, preço e exposições podem ser acessadas na página oficial.

Anúncios

3 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s