Kirche St. Laurenzen

St. Gallen – Kirche St. Laurenzen

Com data de fundação desconhecida, estima-se que essa igreja tenha sido construída em meados do século XII. A menção mais antiga a ela pode ser encontrada em um documento do ano 1225. Naquela época, a igreja fazia parte do governo, sendo os pastores e benfeitores obrigados a participar das missas e procissões. A transição do governo da igreja para a cidade autossuficiente foi iniciada em 1413, mas conflitos entre as duas entidades surgiram algumas vezes ao longo dos anos seguintes.

A reforma protestante, movimento de renovação da igreja que levou à divisão do cristianismo ocidental em religiões católica, luterana e reformada, questionava as falsas doutrinas, os abusos, a venda de indulgências e outras ações e foi apoiada pelo governo da cidade. Um dos resultados foi a retirada de todos os ídolos e imagens.

Porta principal da igreja
Porta principal da igreja

Depois da Kathedrale, que fica logo ao lado, essa é a igreja mais importante da cidade. Apesar de suas origens há muitos séculos, o edifício foi totalmente reconstruído entre os anos de 1850 e 1854, sendo agora uma basílica em estilo neogótico. A fachada é bem sóbria, toda em pedra de cor neutra e poucos ornamentos. Isso causa um impacto ainda maior quando se abre a porta e se vê a parte interna.

Parte interna da igreja
Parte interna da igreja

Do lado de dentro, me chamou bastante a atenção a decoração das paredes da igreja com motivos geométricos e cores discretas, muito diferente de tudo que eu já tinha visto antes (e olha que eu entro em tudo quanto é igreja quando estou viajando). Achei muito bonito, com os desenhos combinando perfeitamente com a arquitetura em pedra e os móveis de madeira.

Teto estrelado da igreja
Teto estrelado da igreja

Também achei lindo o teto, que não possui pinturas em afrescos como estamos acostumados a ver. Todo pintado de azul escuro e com algumas estrelas douradas, parece que estamos sob um céu noturno.

Apesar da aparente simplicidade, principalmente quando comparada a outras igrejas que são tão trabalhadas que você não consegue absorver tanta informação, há muitos detalhes interessantes para se observar nessa igreja tão bem cuidada. Fiquei reparando nas formas das janelas, nos trabalhos feitos em pedra e madeira, nos vitrais coloridos e com formatos inusitados.

Órgão que fica junto ao altar
Órgão que fica junto ao altar

A igreja possuía um órgão pelo menos desde 1511, segundo informações encontradas em documentos. Após a reforma, entretanto, o instrumento foi descartado. Somente dois séculos depois, a pedido das guildas, os conselheiros decidiram comprar um outro órgão. O instrumento que se encontra atualmente na igreja, entretanto, data de 1979. Seu principal diferencial está na localização incomum, ao fundo do altar e acima do coro (em vez de ficar nos fundos da igreja), podendo ser visto de frente por quem participa da missa.

Telhado colorido e desenhado
Telhado colorido e desenhado

Você fica livre para explorar o interior da igreja, inclusive subindo para o segundo andar. Para ter uma visão mais privilegiada da cidade, entretanto, o ideal é fazer o passeio pela torre, que acontece duas vezes ao dia – às 10h e às 15h, menos no inverno, quando fica fechada. Quando eu fui não peguei nenhum dos dois horários, então não subi na torre. Já do lado de fora, não deixe de observar o telhado, que é todo colorido, formando desenhos.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s