Guia local

Isla del Sol – Senta que lá vem história

A Isla del Sol foi descoberta nas últimas décadas pelos turistas e se tornou um dos destinos mais populares da Bolívia. Localizada no Lago Titicaca, próxima à cidade de Copacabana e à fronteira com o Peru, a ilha possui uma longa história que inclui o nascimento da civilização Inca. O cronista espanhol Bernabé Cobo, um jesuíta missionário que escreveu um livro sobre o tema no século XVII, descreve duas versões sobre o mito que envolve o norte da ilha. O primeiro diz Maco Cápac, filho do sol Inti e fundador da civilização, teria emergido de um rochedo conhecido como Titikala, a Roca Sagrada. A segunda versão conta que a comunidade local ficara sem luz no céu por vários dias, até que alguém viu o sol sair da rocha, que passou a ser considerada sua moradia. Seja qual for o caso, um templo foi construído no local.

Chicana - Laberinto
Chicana – Laberinto

Mas a história do local é ainda bem mais antiga. Segundo estudos arqueológicos, a ilha foi ocupada continuamente desde, pelo menos, 2.200 a.C. Para de ser uma ideia, a cerâmica mais antiga encontrada por lá data de quase 3.500 anos atrás. Outros artefatos descobertos são ainda mais antigos. Isso quer dizer que a Ilha do Sol foi moradia de várias civilizações e possui uma longa história da qual pouco se sabe. Existem cerca de 80 ruínas na ilha, mas a maioria é do Império Inca, que surgiu apenas no século XIII.

Roca Sagrada - Titikala
Roca Sagrada – Titikala

A maioria dos turistas que visita o local vão para a parte norte, junto à comunidade Challapampa, já que é ali que se encontra o Museo de Oro – Ciudad Submergida Marka Pampa, onde são exibidos os artefatos resgatados de um sítio arqueológico inundado pelas águas do lago, além das ruínas incas como a Roca Sagrada, a Mesa Cerimonial e o Laberinto.

A Roca Sagrada pode ter sido a razão do nome do lago. Em aymara, titi pode ser traduzido como puma, chumbo ou metal pesado, enquanto caca (kaka) faz referência a cabelos brancos ou cinzas da cabeça. O termo k’ak’a também significa rachadura, fissura. O nome titiq’aq’a significaria puma acinzentado/cor de chumbo, em referência à suposta imagem do animal formada na pedra.

Ruta Sagrada de la Eternidad del Sol - Willka Thaki
Ruta Sagrada de la Eternidad del Sol – Willka Thaki

Também é dali que se inicia a caminhada de cerca de 8km pela trilha Willka Thaki, que liga o norte e o sul da ilha. O caminho, que pode ser percorrido entre 2 e 4 horas, dependendo do ritmo de cada um, é um tanto cansativo por ter várias subidas e descidas em uma altitude que chega a 4.000 metros do nível do mar. Mas vale a pena porque o visual é incrível! Na ilha não há carros ou qualquer veículo motorizado, então o deslocamento interno é feito mesmo na caminhada.

Fuente del Inca
Fuente del Inca

Yumani, a comunidade na parte sul da ilha, não possui tantos atrativos turísticos quando o norte, mas é ali que se concentra a maior parte das pousadas e restaurantes. Além disso, é possível visitar a Fuente de los Incas e a Escalera Inca, bem próximas ao porto.

É compreensível que o local tenha tido importância para várias civilizações antigas. O Lago Titicaca é o maior da América do Sul, tanto em volume de água, quanto em extensão. A Isla del Sol é a maior dentre as 41 ilhas do lago. Ali eram desenvolvidas atividades de agricultura e pesca. O relevo acidentado precisou ser adaptado para permitir a plantação, deixando vários degraus nos morros. Também há evidências de troca entre comunidades e viagens, pois foram encontradas ali oito lâminas de obsidiana originárias da região de Chivay, perto de Arequipa, a cerca de 400km da ilha.

Porto da comunidade Uymani
Porto da comunidade Uymani

Atualmente, a maior parte da ilha está povoada por indígenas de origem quéchua e aymara. Além da agricultura, pesca e turismo, são desenvolvidas atividades artesanais e criação de animais. A maioria do povo se comunica em línguas ancestrais, mas falam em espanhol com os visitantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s