Praia do Guriú

Camocim – Praia do Guriú

Embora seja muito bonita, com extensa faixa de areia branca e cercada por coqueirais, o mar da Praia do Guriú é pouco frequentado. De fato, a maior parte dos turistas acabam visitando outros pontos turísticos que fazem parte do vilarejo e estão inclusos nos passeios guiados, como a travessia do rio, a observação de cavalos-marinhos e o manguezal.

Passeio pelo rio
Passeio pelo rio

Embora pertença a Camocim, o local fica bem mais perto de Jericoacoara. Foi justamente lá que eu contratei o passeio pelo litoral oeste, que visita os atrativos descritos abaixo e pode ser feito de modo compartilhado ou privado em veículo 4×4 para quatro pessoas, jardineira para dez pessoas ou buggy para quatro pessoas.

Reserva de passeio ou atração

Como o trajeto passa por praias e dunas, só é possível circular com veículos de tração 4×4 dirigidos por pessoas autorizadas e com experiência no trajeto. Eu escolhi ir de buggy, que comporta até quatro pessoas e pode ser feito de forma privada, dando mais liberdade de escolher quanto tempo ficar em cada parada. Pouco depois da partida, já chegamos ao primeiro atrativo, que é a travessia do rio em balsa.

Travessia do rio de balsa
Travessia do rio de balsa

São poucos minutos para chegar à outra margem, onde fica a vila de pescadores. É um lugar pacato e ideal para quem quer relaxar, com algumas opções de hospedagem, geralmente em casas. Eu acabei só vendo mesmo de longe, já que o passeio não entra pelas ruas do vilarejo.

Observação de cavalos-marinhos
Observação de cavalos-marinhos

No pouco tempo que fiquei por lá, fiz a opcional observação dos cavalos-marinhos, que é cobrada à parte. Para isso, entramos em uma pequena canoa e subimos um pouco o rio com um dos moradores remando e explicando sobre a vida dos animais, os modos de reprodução e outros detalhes. Achei bem interessante pelas informações e conscientização para preservação. Eles também pegam um deles em uma garrafa de vidro, apenas por tempo suficiente para vermos e já devolvem para a água.

Mangue seco
Mangue seco

Seguindo o passeio, passamos pelo local conhecido como mangue seco, um cemitério de árvores com raízes aéreas que cria um belo contraste com o azul do céu, do rio e do mar ao fundo. Ali tem algumas barquinhas para quem quiser comprar algo para beber e comer, mas o principal atrativo são as fotos.

Balanço no mangue seco
Balanço no mangue seco

Assim como muitos outros lugares que visitei nessa região, havia ali vários balanços decorados com flores ou mensagens. Eu acabei dando uma volta pela área e entrei na parte molhada do manguezal, embora a lama e o cheiro não sejam exatamente agradáveis.

Lagoa de Tatajuba
Lagoa de Tatajuba

Explorados os atrativos da praia, o passeio seguiu para o destino final, que é a Lagoa de Tatajuba, também pertencente ao município de Camocim. No caminho, ainda passamos por dunas onde há estrutura de esquibunda, togobã e tirolesa – todos cobrados à parte. 

Para ter uma ideia da localização da praia em relação ao centro da cidade de Camocim, bem como pensar em como será feito o deslocamento e definir a se vale a pena buscar uma hospedagem na praia, recomendo analisar o mapa interativo acima. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s