Como fazer ovos pasteurizados

Pasteurização de ovos

Para algumas receitas, é preciso usar ovos crus ou mal cozidos. Eu costumo fazer maionese caseira e mousse de chocolate, mas eles também podem ser utilizados na gemada, no steak tartare e na clara em neve, por exemplo. O problema é que existe o risco de contaminação por salmonela, que pode causar infecções e até matar. O processo de pasteurização diminui consideravelmente os riscos e pode ser feito em casa, ficando mais em conta que recorrer aos que passaram pelo procedimento profissional e são vendidos por preços elevados.

Receita de mousse de chocolate
Mousse de chocolate

É importante notar que os ovos crus pasteurizados em casa não ficarão, necessariamente, livres de todas as bactérias. Por isso, quem está grávida ou com o sistema imunológico comprometido deve evitar qualquer receita com eles. Também é bom descartar aqueles que tenham rachaduras na casca, passaram do prazo de validade ou foram armazenados inadequadamente. Em eventos ou restaurantes, recomenda-se evitar pratos que ficam muito tempo sem refrigeração, pois as bactérias acabam se proliferando.

Controle com um termômetro digital
Controle com um termômetro digital

O segredo da pasteurização está em atingir uma temperatura que elimine as bactérias. Por isso, é importante tirar os ovos da geladeira pelo menos quinze minutos antes de iniciar o processo, caso contrário, a parte interna não esquentará o suficiente. Em uma panela, acrescente água suficiente para cobrir os ovos e aqueça lentamente. É preciso monitorar atentamente com um termômetro digital, mantendo a água entre 60 e 65°C. Abaixo disso as salmonelas não morrem e, se ultrapassar, a clara e a gema começarão a cozinhar.

Resfriamento com água corrente
Resfriamento com água corrente

Vá ajustando o fogo de acordo com a necessidade para manter nessa faixa de graus por cinco minutos – para ovos grandes, pode deixar um pouco maios. Depois, basta tirar com uma escumadeira, cuidadosamente para não quebrar, e enxaguar em água corrente fria até que a casca chegue na temperatura ambiente. Outra possibilidade é usar uma tigela com água e gelo, mas essa alternativa não é tão recomendada porque a parte externa é porosa e pode absorver coisas indesejadas.

Ovos com textura e consistência inalteradas
Ovos com textura e consistência inalteradas

Você deve fazer o processo apenas nos ovos que for utilizar imediatamente ou em poucos dias. Como é bem simples e rápido, eu só pasteurizo a quantidade certa para fazer a receita desejada naquele momento. Ao quebrar os ovos, é possível perceber que não há nenhuma mudança na textura ou consistência. Se você não tiver um termômetro, dá para ferver a água em uma panela e desligar o fogo, abrir os ovos em uma tigela de inox, adicionar um pouco de leite, água ou limão e aquecê-los em banho-maria, mexendo sempre com um fouet. Nessa técnica, você pode pasteurizar clara e gema separados, de acordo com a sua necessidade, e usar em seguida – não guardar para depois.

Brinox Ceramic Life 4,5 mm
Termômetro culinário digital
Escumadeira KitchenAid
Conjunto de tigelas em inox Tramontina
Fouet de aço inox KitchenAid

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s