Receita de croque-monsieur

Croque-monsieur

Os brasileiros estão mais que acostumados a comer um sanduíche de pão grelhado com recheio de queijo e presunto. Mas o croque-monsieur, típico da gastronomia francesa, é um pouco mais sofisticado que o nosso misto-quente. Na verdade, existem versões bem parecidas em vários países pelo mundo. No caso da França, a iguaria teve suas origens nos cafés e bistrôs parisienses, havendo registos de um cardápio contendo o item há mais de cem anos atrás. O nome pode ser traduzido livremente como “senhor crocante”.

Molho mornay
Molho mornay

O grande diferencial, na minha opinião, é o uso do molho béchamel. Já coloquei fiz e disponibilizei aqui na página a receita caseira desse creme que muitos conhecem como “molho branco”. Basicamente é um leite temperado (eu uso sal, pimenta-do-reino, noz-moscada, cravo, cebola e louro) e engrossado com roux, uma mistura de manteiga com farinha de trigo, que tem alguns segredinhos para não ficar com um gosto de massa crua. Nessa receita, usei o molho mornay, uma variação do béchamel que leva gruyère e parmesão.

Pão brioche
Pão brioche

Tradicionalmente, o croque-monsieur é feito com o pain de mie, muito parecido com o pão de forma que compramos por aqui, normalmente já fatiado. Eu acho que o resultado fica mais interessante com um pão feito artesanalmente, então costumo usar um brioche – aproveito para cortá-lo um pouco mais grosso. Opcionalmente, você pode passar um ovo batido no pão e levar para a frigideira – uma variação bem comum para os americanos. Eu costumo pular essa etapa e, para deixar o sanduíche bem úmido, passo colheradas generosas do molho na parte de dentro das duas fatias.

Recheio de molho béchamel, presunto e queijo
Recheio de molho béchamel, presunto e queijo

O recheio mais comum é de presunto cozido com emmental ou gruyère. Mesmo já tendo adicionado queijos no molho, coloquei um pouco mais como recheio – nesse caso, usei o minas padrão. Depois fechei ele como se fosse um misto e passei mais um bocado de molho em cima. Também cobri com queijo, que pode ser ralado ou cortado em fatias, para criar uma camada bem crocante.

Pronto para ir ao forno
Pronto para ir ao forno

O croque-monsieur pode ser feito na frigideira ou no forno, mas eu prefiro a segunda opção para que o queijo em cima fique bem grelhado. Para isso, eu uso tabuleiro com um tapete de silicone, que ajuda a não grudar nada e fica bem mais fácil de limpar, e aciono a opção de grill do forno. Se você estiver fazendo apenas uma unidade, vale a pena levar na AirFryer, que acaba sendo bem mais rápida e alcança o mesmo resultado – a único ponto negativo é que o creme pode escorrer e fazer uma baguncinha.

Croque-monsieur
Croque-monsieur

O sanduíche pode ser comido em qualquer hora do dia, sendo servido do café da manhã até o jantar. Também existem muitas variações, como substituir o presunto por salmão defumado, colocar fatias de tomate, adicionar molho ao sugo ou mudar o tipo do queijo – apenas alguns exemplos. O mais famoso, entretanto, é o croque-madame. A única diferença com relação ao original é que nesse vai um ovo frito com gema mole em cima, que lembra um chapéu que as mulheres usavam – daí o nome. Também dá para ser criativo nos acompanhamentos, como servir com uma saborosa salada fresca.

Croque-madame
Croque-madame

Nessa receita usei, considerando que o molho já estava pronto:

Tábua de bambu
Faca de pão Silvermark
Ralador KitchenAid
Tabuleiro antiaderente
Tapete de silicone
AirFryer Viva Philips Walita

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s