A assombração da Casa da Colina

A assombração da Casa da Colina ★★★★☆

Título original: The haunting of Hill House
Ano:
1959
Autora:
Shirley Jackson

Considerada uma das melhores histórias de horror já escritas, A assombração da Casa da Colina foi logo adaptada para o cinema na boa versão de 1963, aqui com nome de Desafio do além, e na bomba lançada em 1999 como A casa amaldiçoada. A obra também foi usada como base para peças teatrais e um programa de rádio, mas foi The haunting of Hill House, que estreou em 2018 no Netflix, que me chamou a atenção para a obra original. Para minha surpresa, a série pegou poucos elementos do livro como a casa, alguns personagens e acontecimentos para criar uma história totalmente nova, que se passa em tempos atuais com flashbacks do passado. A boa notícia é que, embora diferentes, tanto o livro quanto a série são muito bons.

Shirley Jackson
Shirley Jackson

Shirley Jackson foi uma escritora americana tratada como a rainha do terror por autores famosos como Stephen King e Neil Gaiman. Durante sua carreira literária, com duração de mais de duas décadas, ela lançou seis livros, duas memórias e diversos contos, um deles aparecendo na coleção Contos clássicos de terror. Temos também disponível em português a obra Sempre vivemos no castelo. Infelizmente, ela veio a falecer cedo, aos 48 anos de idade.

A assombração da Casa da Colina

A assombração da Casa da Colina foi o quinto romance da autora, que decidiu escrever uma história de fantasmas após ler sobre um grupo de pesquisadores psíquicos que se propuseram a fazer estudos científicos em uma suposta casa mal-assombrada. Os relatórios resultantes desse trabalho não eram tanto sobre o lugar e os fenômenos, mas voltados para as histórias particulares do grupo de indivíduos, seus diferentes passados e motivações. Ela também leu vários volumes de suspense tradicionais para criar a sua própria narrativa. O resultado foi um enredo que mistura fenômenos sobrenaturais e psicologia.

Compre o livro A assombração da Casa da Colina

A trama segue Eleanor, uma mulher solitária que, por muitos anos, cuidou da mãe adoentada. Ela vê a possibilidade de uma nova vida ao ser chamada pelo Dr. Montague para passar o verão em um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O objetivo é buscar evidências científicas para a existência do paranormal. Os outros convidados são Theodora, mulher com alma artística e sensitiva, e Luke, representante da família e futuro herdeiro da mansão. Completa o elenco o casal Dudley, responsável pela manutenção do lugar, e mais alguns visitantes. Logo, o clima de férias do início vai por água abaixo com acontecimentos estranhos que colocam em risco a sanidade e até mesmo a vida de todos.

A casa é um dos personagens
A casa é um dos personagens

É bem interessante ver como se desenvolve o relacionamento entre as pessoas que não se conheciam e, de repente, se encontram forçadas a conviver em situações pouco confortáveis do ponto de vista emocional. Mas a própria Casa da Colina pode ser considerada a personagem principal, já que é descrita com detalhes, parece ter vontades próprias e um passado que influencia como se encontra atualmente. No livro, trata-se de uma localidade fictícia, embora tenha sido livremente inspirada em uma construção que Shirley Jackson viu em uma revista e descobriu, através de sua mãe, ter sido projetada pelo seu tataravô. O texto também faz referência à famosa Casa Winchester, com a disposição octogonal de cômodos, ângulos ligeiramente errados, inúmeros corredores e outros elementos que causam a sensação de estranheza.

Mistura de psicologia com paranormal
Mistura de psicologia com paranormal

Mas o que torna a leitura mais motivadora é mesmo a construção da história que, o tempo todo, leva o leitor a questionar a sanidade dos personagens. Afinal de contas, seus medos e angústias são justificados por fatos reais ou tudo se passa em suas mentes, reagindo à já conhecida fama de aterrorizante do lugar? A separação entre a realidade e a imaginação é bastante tênue e, acredito, todos nós já experimentamos em certo nível algo parecido ao estarmos sozinhos, prestando atenção em sons, enxergando formas no escuro, principalmente quando crianças. Essa atmosfera de dúvida, personagens bem construídos e acontecimentos bizarros fazem com que A assombração da Casa da Colina seja uma obra indispensável para os fãs do gênero.

Spoilers a partir desse ponto
Alerta de spoilers a partir desse ponto

Ainda são discutidos pelos leitores diversos aspectos do que é contado ou, mais intrigante ainda, apenas sugerido. Muitos dos eventos sobrenaturais são descritos vagamente e podem ter explicações lógicas, como barulhos e portas que se fecham sozinhas. Outros podem ser apenas fruto da imaginação, como questionar se a mão que estava segurando enquanto dormia era mesmo da pessoa ao seu lado ou de um espírito. Mesmo fenômenos físicos inquestionáveis, como mensagens escritas nas paredes, podem ter sido feitos por alguém com a mente perturbada. A maior dúvida, entretanto, é com o final do livro. Afinal de contas, o personagem pode ter sido morto pelos poderes sobrenaturais da casa, em um devaneio de sua própria mente ou, até mesmo, em um suicídio intencional. Eu adoro esses finais em aberto.

Compre um Kindle

Além da versão impressa, é possível ler a obra no Kindle, dispositivo que mudou a minha relação com a leitura ao permitir carregar uma quantidade enorme de livros em um aparelho cuja bateria dura por vários dias, tem uma tela que não cansa os olhos, dá acesso imediato a dicionários de significado e tradução, marca e compila trechos e outras vantagens.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s