Restaurante Escola Senac

Salvador – Restaurante Escola Senac

Eu já visitei unidades de restaurantes do Senac em outras cidades e são sempre estabelecimentos em que há um bom trabalho com a culinária local. No caso de Salvador, resolvi almoçar lá no dia que passeava pelo centro histórico. As refeições são servidas todos os dias de 11h30 às 15h30 no Largo do Pelourinho, 13. Valores atualizados e outras informações podem ser acessados na página oficial.

Museu de Gastronomia Baiana
Museu de Gastronomia Baiana

O restaurante faz parte do complexo cultural do Museu da Gastronomia Baiana, que funciona em um casarão colonial, parte do importante conjunto arquitetônico que foi definido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Ali é mostrado que, durante as constantes travessias entre a colônia brasileira e países da costa africana, houve uma profunda troca de sabores, receitas e ingredientes. Da África foi trazido o dendê, enquanto exportamos a mandioca, por exemplo.

Pelourinho visto da janela
Pelourinho visto da janela

Na exposição é possível observar a pluralidade cultural e étnica que forma a base da gastronomia baiana na sua variedade de produtos e pratos, desde o litoral da capital até o interior do sertão, com influências africanas, indígenas e européias. O museu conta, ainda, com um espaço para exposições temporárias, teatros e uma loja chamada Doces & Livros, com foco nas obras publicadas pelas Editoras Senac.

Exposição no museu
Exposição no museu

Ambiente ★★★★★

O Museu da Gastronomia Baiana conta com dois restaurantes, sendo que no térreo é servida a comida a quilo. Como eu tinha a intenção de experimentar pratos diversos, optei por subir ao segundo pavimento, onde funciona o restaurante no esquema de buffet com capacidade de atender até 180 pessoas.

O restaurante funciona em um casarão colonial
O restaurante funciona em um casarão colonial

Além do ambiente típico de uma casa colonial bem conservada, se destaca no local as fotos e textos sobre elementos importantes da gastronomia local como o acarajé, a figura da baiana e o uso da mandioca. Na prática, isso cria a sensação de que você ainda está no museu e pode vivenciar os temperos e sabores de forma interativa como um complemento das exposições. Em contrapartida, eles buscam deixar o local mais requintado com o uso de taças, toalhas de mesas e bebidas caras, remetendo à moradia da alta sociedade da época.

Bahia Bar
Bahia Bar

Destacado do salão principal fica o Bahia Bar, com um cardápio de bebidas patrimoniais da Bahia e petiscos que reinterpretam ingredientes e algumas receitas tradicionais do estado. O destaque fica para as bebidas artesanais como o aluá de milho, uma bebida fermentada e refrescante, e as cachaças e cervejas locais. Também são preparados drinks com frutas regionais.


Serviço ★★★★★

O povo baiano é muito simpático e receptivo, então não é de se espantar que o atendimento no restaurante tenha sido bom. O trabalho é feito por alunos da instituição, que estão ali para complementar seus estudos com a prática do dia a dia. Tanto na recepção quanto na mesa, eles se mostraram dispostos a informar com calma sobre o funcionamento dos dois restaurantes e solucionar qualquer dúvida.

Buffet self-service
Buffet self-service

Como eu cheguei cedo, também não tive problemas para ser acomodado imediatamente. Com relação ao serviço, você só precisa esperar a bebida, já que a comida você mesmo se serve à vontade.


Preço ★★★★☆

Como se trata de um buffet em que o cliente pode comer à vontade, o valor é um pouco elevado, mas se justifica pela variedade e qualidade de alimentos à disposição. As bebidas são cobradas à parte, sendo possível que a conta final seja bem salgada dependendo das escolhas. Eu recomendo acessar o cardápio na página oficial antes de se dirigir ao local para verificar se a comida te agrada e conferir o preço atual da refeição.


Comida ★★★★☆

Considerado um dos melhores buffets de comida típica do país, o Restaurante Escola Senac de Salvador se destaca pela regionalidade bem representada em 40 pratos que incluem desde os itens mais famosos da culinária baiana como abará, acarajé, vatapá, caruru e as moquecas dos mais variados peixes e frutos do mar, como também pratos tradicionais dos quais eu nunca havia ouvido falar.

Buffet de comidas típicas
Buffet de comidas típicas

Eu confesso que essa não é a minha gastronomia favorita, talvez porque na minha família a gente não tenha desenvolvido o costume de comer peixe no dia a dia, mas reconheço a qualidade dos produtos e o ótimo uso dos temperos. O único problema realmente é que a comida fica ali pronta e sendo reaquecida, o que torna impossível deixar tudo com o ponto, a umidade e a textura perfeitos como em um a la carte. Ainda assim, gostei bastante da variedade e de ter experimentado pratos novos.

Sobremesas tradicionais
Sobremesas tradicionais

Também estão inclusas mais de dez opções de sobremesas que podem ser consideradas bem retrô quando comparadas ao que é servido na maioria dos restaurantes atualmente. São basicamente doces feitos com frutas como coco, banana, abacaxi e caju e outros que a gente tinha costume de comer antigamente como quindim, manjar e ambrosia.


Resumo ★★★★☆

Embora não seja a culinária que mais me agrada, fiquei bastante satisfeito em poder experimentar pratos típicos preparados por alunos da instituição, mantendo vivas as tradições locais. O Restaurante Escola Senac também ganha pontos pelo ambiente e atendimento de qualidade, além de ser integrado com o Museu da Gastronomia Baiana.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s