Parque Bärengraben visto de cima da ponte

Berna – Parque Bärengraben

Os ursos servem há muito tempo como um símbolo de Berna. É dito que, em 1191, o Duque Berthold V de Zähringen prometeu fundar a cidade com nome do primeiro animal que sua caçada encontrasse na mata que seria derrubada para dar espaço às construções. Eles pegaram primeiro um urso (bär, em alemão) e é por isso que a cidade se chama Bern (Bärn, em alemão bernense). O urso é o animal heráldico do selo e do brasão de armas de Berna desde, aproximadamente, o ano de 1220.

Segundo os registros do cronista Valerius Anshelm datados de 1513, os berneses voltaram vitoriosos da batalha de Novara trazendo como espólio da guerra, entre outras coisas, um urso vivo. Ele foi mantido em frente à Käfigturm (torre da cela), no centro histórico da cidade.

Já o primeiro fosso com ursos existiu no local ainda conhecido como Bärenplatz (praça do urso), até que precisou ser movido, em 1764, devido a problemas no tráfego da região.

O fosso dos ursos em 1880
O fosso dos ursos em 1880

O fosso atual, aberto em 1857, é o quarto desse tipo. Pelo menos doze ursos eram mantidos a 3.5 metros de profundidade. Em 1925, um fosso menor foi adicionado à estrutura existente para acomodar ursos filhotes. Entre 1994 e 1996, o Bärengraben foi completamente renovado para melhorar as condições do local para os animais. Apesar dos avanços, ainda haviam reclamações sobre manter ursos presos em fossos. Além disso, questões legais exigiam que o empreendimento fosse repensado.

Como resultado, foi aberto o BärenPark, em 2009. O novo espaço é ligado ao fosso original por um túnel, permitindo que os bichos utilizem ambos os espaços livremente. Já aquele menor, antigamente ocupado pelos filhotes, virou uma passagem de acesso à loja e ao local de apresentações.

Vista superior do parque
Vista superior do parque

Eu passei primeiro na parte superior do parque, que fica em uma encosta à beira do rio Aare. Como eu estava hospedado e no Hotel ibis Budget Bern Expo e fui caminhando em direção ao centro histórico, passei pelo parque Rosengarten e pelo Bärengraben. Ali de cima já consegui observar os ursos, que estavam bem ativos pela manhã. São três animais mantidos nesse espaço: o casal Björk e Finn e sua filha, Ursina.

Elevador panorâmico gratuito
Elevador panorâmico gratuito

Depois de vê-los por cima, você pode descer em direção ao rio por escada ou elevador, esse último implementado em 2015 para tornar o local totalmente acessível para pessoas em cadeiras de roda. O uso do elevador panorâmico é gratuito, bastando chegar e esperar pela descida ou subida. Tanto na parte superior quanto na passarela abaixo, há placas com informações sobre as características biológicas desses animais, sua distribuição pelo mundo, os habitats naturais, ciclos de atividades ao longo das estações, alimentação, reprodução e comportamento social.

Um dos ursos do parque
Um dos ursos do parque

Björk nasceu na Dinamarca e foi trazida para Berna com sua irmã, Barba, em 2004. Barba foi morar no Wildnispark Zürick-Lagenberg e Björk ganhou a companhia de Finn, nascido na Finlândia. O casal passou a morar no Bärengraben em 2009 e, no mesmo ano, tiveram Ursina e Berna, irmãs gêmeas. Berna era meio problemática, entrando em constantes conflitos com a mãe, o que ocasionou a sua mudança para a Bulgária. Ficaram, portanto, três animais no Bärengraben: Björk, Finn e Ursina.

A visita ao local pode ser feita gratuitamente em qualquer hora, todos os dias do ano. Eu fui na primavera e os ursos estavam bem ativos. Nos meses quentes, principalmente do verão até o fim do outono, eles se preocupam em procurar por comida. Os animais são alimentados com muitos vegetais e pequenas frutas, além de carne e peixe, ocasionalmente. Com a chegada do outono, aumenta-se a quantidade de alimentos que contém açúcar e castanhas com alto teor de gordura, pois os ursos precisam ganhar peso para hibernar no inverno. Suas vidas também incluem banhos regulares e cochilos à tarde.

O BärenPark é mantido pelo Tierpark Bern, o mesmo responsável pelo Dählhölzli Zoo. Como ele fica um pouco mais distante e a visita é paga, acabei priorizando outros passeios. Mas você pode acessar informações sobre o zoológico na página oficial.

Nydeggbrücke vista da parte inferior do parque
Nydeggbrücke vista da parte inferior do parque

No meu caso, o plano para o dia era seguir em direção ao centro histórico, que fica ali ao lado. Da parte superior ou inferior do Bärengraben você pode ver a Nydeggbrücke, uma das pontes que faz a ligação da cidade velha com a nova, atravessando o Aare. De cima dessa ponte, também é possível ter uma boa vista de toda a extensão do parque, que possui 6.000 metros quadrados de áreas arborizadas, grutas e uma espaçosa piscina à disposição dos ursos.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s