Zurique – Reformierte Kirche Fraumünster

Originalmente, a região onde hoje se encontra Zurique era comandada pelos Celtas, depois se tornou um importante assentamento romano até se formar uma próspera cidade medieval de grande influência. A partir do século VIII, o Império Carolíngio transformou Zurique em uma importante base de seu império. Nessa época, foi fundada a Igreja de St. Felix e St. Regula, que teve grande papel no desenvolvimento da cidade e é uma das igrejas mais antigas da região. De acordo com a lenda, Felix e Regula eram irmãos e membros da Legião Tebana, que era perseguida em uma caça aos cristãos, no ano de 286 d.C. Chegando em Zurique, os irmãos e seu servo, Exuperantios, foram capturados, julgados e executados. Depois da decapitação, milagrosamente, ficaram de pé, pegaram suas próprias cabeças e caminharam quarenta passos morro acima e rezaram antes de caírem mortos. São Felix e São Regula são padroeiros da cidade.

Por muitos séculos, a Fraumünster foi um convento Beneditino. A importância da abadia pode ser comprovada pelo fato de que, no século XI, recebeu permissão da coroa para cunhar moedas, coletar impostos e realizar feiras. Dois séculos depois, a abadessa era formalmente a governadora da cidade, recebendo o título de princesa imperial. Tudo isso acabou com a Reforma Protestante, no século XVI.

Fachada da Fraumünster
Fachada da Fraumünster

Você certamente vai passar pela Fraumünster em seu passeio pelo centro histórico de Zurique, já que ela está localizada na praça Münsterhof, às margens do rio Limmat. Os dias e horários de visitação podem ser conferidos na página oficial. A visita é paga e tem incluso um guia de áudio, em vários idiomas menos português, que conta a história da igreja, a Reforma em Zurique e os pontos de interesse, como os vitrais de Chagall e Giacometti. Eu só gosto de usar esses guias quando estou fazendo passeios sozinho, daí posso caminhar em um ritmo mais lento, sem me preocupar de atrasar o passeio das outras pessoas que podem não estar tão interessadas no tema. Por isso acompanhei essa visita apenas com o folheto que distribuem na entrada.

Mapa da igreja
Mapa da igreja
  1. Púlpito e fonte – Antes da Reforma, havia no local altares dedicados a vários santos, que foram removidos em 1524. Seguindo a transformação da Fraumünster em uma igreja protestante, o foco se concentrou no púlpito e na fonte de batismo.
  2. Lenda da fundação – Conta a história que as piedosas princesas Hildegard e Bertha seguiram um veado enviado por Deus com luzes queimando em seus chifres que as conduziu do castelo de seu pai até o local onde seria construída a igreja. Elas foram as primeiras abadessas do convento e, desde o século XIII, seus restos mortais se encontram em um nicho abaixo de um grande mural que representa o mito da fundação.
  3. Roseta de Chagall – Em 1978, oito anos após ter finalizado os vitrais do coro, Marc Chagall produziu a rosácea da igreja, aos 90 anos de idade. Como um símbolo de eterno crescimento e decadência, movendo em sentido horário, as imagens mostram diferentes estágios do Genesis. Elas são dispostas em volta e uma roseta central, que mostra a salvação da Criação pela Arca de Noé.
Balaustrada no altar
Balaustrada no altar
  1. Balaustrada – A barreira em pedra que dividia o coro da área reservada para a população comum foi construída em estilo gótico acerca do ano 1470. No começo do século XX, ela foi movida quatro metros em direção ao coro e recebeu a estátua de quatro evangelistas.
  2. Coro – As janelas em arco e a abóboda com ranhuras são do estilo romanesco. O céu estrelado e as pinturas nas paredes haviam sido cobertos de tinta durante a Reforma e só foram redescobertas apenas no século XX. As cadeiras dessa área eram reservadas aos membros masculinos do clero. Ali era onde os cânones e capelães se sentavam, responsáveis por ler a missa e ouvir as confissões.
Vitrais de Marc Chagall
Vitrais de Marc Chagall
  1. Vitrais de Chagall – Os vitrais criados por Chagall para a sinagoga de Jerusalém já eram conhecidos quando o pastor da Fraumünster decidiu contactá-lo para encomendar os trabalhos para a igreja. O resultado foram janelas cheias de cores e expressividade. A imagem central, em verde, mostra o nascimento e morte do Cristo Redentor. À direita, em amarelo, vemos o rei David ainda garoto. À esquerda, em azul, está representado Jacó. As duas outras janelas, nas laterais do coro, mostram, em vermelho, a ascensão do profeta Elias e, em azul, Moisés com os Dez Mandamentos. Os vitrais foram inaugurados em 1970, quando Marc Chagall tinha 83 anos de idade.
  2. Cripta – Durante as renovações realizadas nos anos 1900, restos da parede da cripta datados do século IX foram encontrados. Nesse local, provavelmente eram depositados os restos mortais de pessoas importantes e outras relíquias. Atualmente, o espaço funciona como um pequeno museu com exibição multimídia da história da igreja, a Reforma e a cidade de Zurique. A entrada está inclusa no ingresso.
Órgão da igreja
Órgão da igreja
  1. Órgão – O órgão da igreja é composto por dois instrumentos: um com quatro teclados, na galeria, e outro com dois teclados, no coro. É o maior órgão da Suíça, com sete mil tubos, sendo que os maiores chegam a medir 10 metros e os menores apenas 4 centímetros.
  2. Vitrais de Giacometti – O artista suíço Augusto Giacometti começou a trabalhar nos vitrais com nove metros de altura em 1920, mas eles só foram instalados em 1945, se tornando um emblema da paz. O artista os denominou “O paraíso divino”. As duas imagens centrais representam Deus no topo. Ao seu lado, está Jesus e, abaixo, os oito profetas do Antigo Testamento. Na fileira inferior estão os quatro evangelistas: Mateus, Marcos, Lucas e João.
Afresco no antigo claustro
Afresco no antigo claustro

Além da visita no interior da igreja, não deixe de caminhar pela passagem de pedestres que separa a Fraumünster da Stadthaus, um prédio governamental. O local é o antigo claustro do convento e tem suas paredes cobertas de afrescos de Paul Bodmers. Essa parte do passeio pode ser feita sem pagar pelo ingresso, já que se encontra na parte externa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s