Retrospectiva musical

Retrospectiva 2021 – Músicas e podcasts

Embora os rakings de fim de ano do Spotify tenham se tornado um campo de batalha entre pessoas que gostam de compartilhar suas preferências musicais e aqueles que reclamam da enxurrada de postagens com o tema, eu continuo achando interessante por ser uma forma de entender melhor o meu próprio gosto. Sempre tem uma ou outra informação que acaba me surpreendendo.

Jornalismo com podcasts
Jornalismo com podcasts

Esse ano, por exemplo, descobri que dediquei muito mais tempo ouvindo podcasts do que ouvindo músicas, algo que não tinha acontecido nos anos anteriores. De fato, usei bem mais os programas em áudio para me informar sobre as notícias, aproveitando aqueles momentos em que estava em casa arrumando algo, me deslocando pela cidade de carro ou até mesmo malhando na academia. Os mais acessados foram, nessa ordem: Café da manhã e O assunto, com reportagens diárias; Foro de Teresina e Papo de política, programas semanais voltados para a política; e Entretanto, que unia economia e direito e, infelizmente, deixou de ser produzido ainda no primeiro semestre.

Artistas mais ouvidos do ano
Artistas mais ouvidos do ano

Nas topo dos artistas mais escutados, a maioria é da música popular brasileira: Marisa Monte, Maria Bethânia, Bebel Gilberto e Gonzaguinha, sendo as três primeiras tiveram lançamentos recentes. Já o último acabou aparecendo porque eu nunca tinha dedicado tempo a ouvir toda a sua discografia e fiz isso neste ano. A única internacional entre os cinco foi Lana del Rey, que veio com dois ótimos trabalhos novos esse ano e rolou aquela empolgação.

Aura musical feliz e calma
Aura musical feliz e calma

Mas isso não quer dizer que eu tenha ficado preso a poucos estilos. Na verdade, meu gosto é consideravelmente variado e pode ser conferido na minha playlist das mais ouvidas no ano, com quase sete horas de músicas. Também achei legal essa novidade da aura musical que, no meu caso, foi classificada como feliz e calma. Concordo com a avaliação, já que fiquei a maior parte do tempo em casa, não teve festinhas com músicas mais agitadas e as sensações do ano, de um modo geral, foram leves – apesar de todos os problemas pelos quais estamos passando como sociedade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s