Localização de Houston no mapa mundi

Houston – Geografia e clima

Embora não seja um destino turístico muito procurado por brasileiros, Houston é uma importante cidade dos Estados Unidos, sendo a mais populosa do estado do Texas e a quarta do país. Seus mais de 2 milhões de habitantes foram uma população bastante diversificada étnica e culturalmente, com brancos, hispanos e latino-americanos, negros e afro-americanos, além de uma comunidade considerável de asiáticos e de outras localidades. Essa grande variedade de raças pode ser atribuída a ondas intensas de imigrações incentivadas pelo então relativo baixo custo de vida, a força do comércio, a proximidade com os países latinos e o papel da cidade no reassentamento de refugiados.

Distribuição da população por raça e etnia
Distribuição da população por raça e etnia

Apesar disso, se engana quem imagina que a diversidade representa uma perfeita integração. Segundo o censo de 2010, a população se divide em aglomerados de acordo com a sua raça e etnia. No mapa acima, cada ponto representa 25 residentes, sendo os vermelhos para brancos, azuis para negros, verde para asiáticos, laranja para hispânicos e amarelo para outros. Vendo de perto dá para identificar uma certa mistura, mas, ainda assim, a segmentação é bem evidente. Talvez seja assim na maioria das cidades, tanto por questões históricas, econômicas, sociais e políticas quanto pela tendência de pessoas com interesses ou características comuns se unirem, mas eu nunca tinha visto um mapa desses e achei interessante compartilhar.

BBVA Compass Roof Garden
Terreno plano da cidade

Geologicamente falando, a cidade é predominantemente plana e foi construída sobre uma área pantanosa com um extenso sistema de drenagem, mas ainda com baixa permeabilidade. Junte a isso uma infraestrutura inadequada e se tem a receita ideal para inundações, tão comuns na cidade. Os danos a propriedades por causa dessas tragédias são maiores do que em qualquer outro lugar dos Estados Unidos. É importante levar isso em consideração quando for escolher uma hospedagem ou, principalmente, morar um tempo na cidade. O ideal é dar preferência a apartamentos em andares mais elevados – jamais ficar no subsolo ou no primeiro andar. Além das tempestades intensas, alguns tornados chegam à cidade.

Tabela com médias do clima

Os meses com maior precipitação variam bastante, mas o gráfico acima mostra os dados de 2018, que foi quando estive por lá. Também é importante notar que se trata de uma tabela com as médias de temperatura, o que significa que há dias mais quentes e mais frios do que os números mostram. Diferentemente da grande maioria das minhas viagens, a ida a Houston não teve uma data planejada porque o objetivo principal não era fazer turismo. Digo isso pois eu jamais teria escolhido chegar na cidade em agosto, um dos meses mais quentes do ano.

Vista do The Mount
McGovern Centennial Gardens

Durante o longo verão, a temperatura costuma ultrapassar os 30 °C por cerca de 100 dias no ano, a maioria entre junho e setembro. Com o clima subtropical úmido, a sensação térmica é ainda maior do que as registradas nos termômetros. Não é à toa que o ar-condicionado seja onipresente e responsável por bilhões de dólares gastos anualmente com energia elétrica. Como durante viagens a gente acaba andando muito na rua, não tem muito como fugir do calor. Eu, particularmente, acho extremamente desconfortável porque o clima quente e abafado deixa a pele suada, parecendo que você está em uma sauna.

Fonte iluminada no Zoo Lights
Passeio no zoológico

Mas não pense que você não irá passar frio no inverno da cidade. Embora eles sejam suaves comparados ao norte, é ainda intenso para os padrões brasileiros, principalmente de novembro a fevereiro. Dificilmente se verá cair neve, entretanto, muito menos a ponto de se acumular. Para se ter uma ideia, de 1895 a 2018, só foram registradas quedas de neve que podiam ser medidas em 38 ocasiões. Ainda assim, é necessário ter bons casacos, luvas e gorros para os dias em que os termômetros estiverem próximos ao 0 °C. Eu, particularmente, prefiro isso do que o calor. De qualquer maneira, escolheria os meses fora dos extremos para uma visita.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s