Retrospectiva dos filmes assistidos em 2017

Retrospectiva 2017 – Filmes

Há alguns anos atrás eu passei a anotar todos os filmes que eu assisti. Faço isso tanto para ter uma estimativa quantitativa, quanto para me lembrar depois do que eu já vi. Tem certas “obras” que eu simplesmente apago da memória e, quando percebo, estou assistindo novamente. Isso geralmente acontece justamente com os filmes ruins/péssimos. Ou seja, melhor evitar.

Chegando ao final de 2017, resolvi fazer, pela primeira vez, uma semana de postagens da minha retrospectiva do ano. Além dos filmes, vou falar também dos livros que eu li e das músicas mais escutadas… As viagens vocês já veem porque eu posto aqui e nos stories do Instagram. Ano que vem prometo me organizar para incluir também as séries e, quem sabe, alguma outra coisa que eu ache relevante comentar.

Primeiro, é preciso deixar claro que eu tenho uma certa fama entre meus amigos de não dar notas muito boas para as obras audiovisuais. Eles dizem que eu sou muito chato, o que é uma grande injustiça. A palavra correta seria criterioso.

Em segundo lugar, vocês irão perceber que a lista não possui apenas filmes lançados em 2017. De fato, cerca de metade dos filmes que eu vejo são de anos anteriores. Fiquei debatendo se eu deveria postar apenas os mais recentes ou dar uma geral de tudo que assisti no ano. Optei pela segunda alternativa.

Por último, mas não menos importante, vou separar os títulos por seções de imperdíveis, ótimos, bons, ruins e era melhor ter visto o filme do Pelé. Obviamente vou falar mais apenas dos primeiros. Mas quem estiver interessado em dicas do que ver (embora isso seja extremamente pessoal), pode focar também nos ótimos e bons, que eu coloquei organizados por ano e não por preferência.


Imperdíveis

Moonlight: Sob a luz do luar (Moonlight, 2017)

Geralmente os filmes que eu torço para vencer principal prêmio do Oscar acabam se saindo mal, o que parecia que se repetiria esse ano. Felizmente, foi apenas uma confusão devido à troca de envelopes, o que acabou se tornando o ponto alto da noite. Anunciaram La La Land como vencedor, a equipe subiu para receber o prêmio, começou um desconforto no palco e veio a notícia de que tinham anunciado o vencedor errado. Literalmente tiraram as estatuetas das mãos dos produtores e passaram para quem realmente merecia. Bafões à parte, Moonlight é um filme sensível, esteticamente bonito, com um tema relevante, atuações maravilhosas e, depois dos questionamentos levantados no ano passado, bastante destaque para os atores negros, assim como grande parte da equipe e o diretor Barry Jenkins. O roteiro passa por três momentos da vida de Black, da infância até a vida adulta, período no qual tenta escapar do caminho da criminalidade e do mundo das drogas que o circunda, enquanto desenvolve e a sua sexualidade. Entendo que não é um filme para um grande público – o ritmo é mais lento e tal. Mas é lindíssimo!

Moonlight: Sob a luz do luar (2017)
Moonlight: Sob a luz do luar (2017)

A criada (Ah-ga-ssi, 2016)

Esse pode ter passado despercebido pela maioria das pessoas, já que é um filme sul-coreano. Eu mesmo só me interessei em assistir porque já conhecia outros trabalhos do diretor Park Chan-wook, responsável pelo que ficou conhecido como a trilogia da vingança (Mr. Vingança, Oldboy e Lady Vingança). Nesse filme, a história se passa nos anos 1930, durante a ocupação japonesa no país, quando a jovem Sookee é contratada para trabalhar como criada em uma casa. Não dá para entrar em muitos detalhes sobre a história para não estragar as surpresas.

A criada (2016)
A criada (2016)

Blade Runner: o caçador de androides (Blade Runner, 1982)

Assisti novamente ao primeiro filme com o objetivo de lembrar melhor da história antes de ver o novo, que saiu esse ano. Geralmente, quando faço isso, acabo chegando à conclusão que o filme não era tão bom quanto parecia na minha memória. Isso não aconteceu com o Blade Runner de 1982. O filme, dirigido por Ridley Scott, continua sendo uma obra de arte em termos de roteiro, efeitos visuais e outros aspectos técnicos. A história se passa em 2019, quando chegam na Terra cinco replicantes (robôs), que precisam ser caçados e eliminados.

Blade Runner: O caçador de andróides (1982)
Blade Runner: O caçador de andróides (1982)

Blade Runner 2049 (2017)

O segundo filme da franquia se passa 30 anos depois, quando a humanidade está mais uma vez ameaçada. Assisti a essa nova versão no cinema IMAX, o que me deixou bastante impressionado, já que a fotografia e os efeitos especiais são lindíssimos. Dessa vez dirigido por Denis Villeneuve, o filme homenageia o original, mas expande o universo e as questões filosóficas e práticas dos avanços tecnológicos e outras questões sociais. Mais uma vez, muita gente pode achar o filme muito lento ou sem história, já que grande parte do conteúdo não é entregue de mão beijada para o público e fica nas entrelinhas. Eu, particularmente, considero uma obra de arte.

Blade Runner 1949 (2017)
Blade Runner 1949 (2017)

Ótimos

  • A qualquer custo (Hell or high water, 2017)
  • Mãe! (mother!, 2017)
  • Terra selvagem (Wind River, 2017)
  • A tartaruga vermelha (The red turtle, 2017)
  • O estranho que nós amamos (The beguiled, 2017)
  • Ao cair da noite (It comes at night, 2017)
  • Logan (2017)
  • Em ritmo de fuga (Baby driver, 2017)
  • Detroit em rebelião (Detroit, 2017)
  • A Bela e a Fera (Beauty and the Beast, 2017)
  • Lion: Uma jornada para casa (Lion, 2017)
  • Manchester à beira mar (Manchester By The Sea, 2017)
  • Dunkirk (2017)
  • Já não me sinto em casa nesse mundo (I don’t feel at home in this world anymore, 2017)
  • Okja (2017)
  • O sacrifício do cervo sagrado (The killing of a sacred deer, 2017)
  • Jim & Andy: The great beyond (2017)
  • Até o último homem (Hacksaw Ridge, 2017)
  • A vigilante do amanhã: ghost in the shell (Ghost in the shell, 2017)
  • Tickled (2016)
  • Snowden: Herói ou traidor (Snowden, 2016)
  • Kimi no wa na (2016)
  • Agnus dei (Les innocents, 2016)
  • Um cadáver para sobreviver (Swiss Army Man, 2016)
  • Divinas (Divines, 2016)
  • O que está por vir (L’Avenir, 2016)
  • A 13ª emenda (13th, 2016)
  • Animais noturnos (Nocturnal Animals, 2016)
  • Paterson (2016)
  • Star wars: O despertar da força (Star wars: The force awakens, 2015)
  • Dheepan: O refúgio (Dheepan, 2015)
  • O que fazemos na noite (What we do in the shadows, 2014)
  • Kingsman: serviço secreto (Kingsman: The Secret Service, 2014)
  • O espelho (Oculus, 2014)
  • Planeta dos Macacos: A origem (Rise of the Planet of the Apes, 2011)
  • A outra Terra (Another Earth, 2011)
  • Boy (2010)
  • A lista de Schindler (Schindler’s list, 1993)
  • A fonte da donzela (Jungfrukällan, 1960)
  • O boulevard do crime (Les enfants du paradis, 1945)

Bons

  • It – A coisa (It, 2017)
  • Star wars: Os últimos jedi (Star wars: The last jedi, 2017)
  • Mulher-Maravilha (Wonder Woman, 2017)
  • Moana: Um mar de aventuras (Moana, 2017)
  • Fome de poder (The founder, 2017)
  • A ghost story (2017)
  • O sequestro (Kidnap, 2017)
  • A morte de dá parabéns (Happy death day, 2017)
  • Homem-aranha: De volta ao lar (Spider-man: Homecoming, 2017)
  • Thor: Ragnarok (2017)
  • Atômica (Atomic Blond, 2017)
  • Estrelas além do tempo (Hidden figures, 2017)
  • Elle (2016)
  • Sob as sombras (Under the shadow, 2016)
  • Elvis e Nixon (Elvis & Nixon, 2016)
  • Jason Bourne (2016)
  • Sete homens e um destino (The magnificent seven, 2016)
  • Alice através do espelho (Alice through the looking glass, 2016)
  • Acima das nuvens (Clouds of Sils Maria, 2014)
  • Ouija: Origem do mal (Ouija: Origin of evil, 2014)
  • Prometheus (2012)
  • A estrada (The Road, 2009)
  • O diabo veste Prada (The devil wears Prada, 2006)
  • O chamado (The ring, 2003) – 3.0
  • O nome da rosa (Der name der rose, 1986)
  • Westworld – Onde ninguém tem alma (Westworld, 1973)
  • O estranho que nós amamos (The beguiled, 1970)

Ruins

  • O assassinato no Expresso Oriente (Murder on the Orient Express, 2017)
  • O apartamento (Forushande, 2017)
  • Annabelle 2: A criação do mal (Annabelle: Creation, 2017)
  • Lady Macbeth (2017)
  • Veronica (2017)
  • Meu malvado favorito 3 (Despicable Me 3, 2017)
  • Fragmentado (Split, 2017)
  • John Wick: Um novo dia para matar (John Wick: Chapter two, 2017)
  • Kong: A Ilha da Caveira (Kong: Skull Island, 2017)
  • Vida (Life, 2017)
  • Corra! (Get out, 2017)
  • Kingsman: O círculo dourado (kingsman: The golden circle, 2017)
  • Depois daquela montanha (The mountain between us, 2017)
  • Power Rangers (2017)
  • O mínimo para viver (To the bone, 2017)
  • Planeta dos Macacos: A guerra (War for the Planet of the Apes, 2017)
  • Death note (2017)
  • La La Land: Cantando estações (La La Land, 2016)
  • A luz entre oceanos (The light between oceans, 2016)
  • Rainha de Katwe (Queen of Katwe, 2016)
  • Um estado de liberdade (Free state of Jones, 2016)
  • Florence: Quem é essa mulher (Florence Foster Jekins, 2016)
  • Kubo e as cordas mágicas (Kubo and the two strings, 2016)
  • Minha mãe é uma peça 2 (2016)
  • Guardiões da galáxia (Guardians of the galaxy, 2014)
  • Planeta dos Macacos: O confronto (Dawn of the Planet of the Apes, 2014)
  • Thor: o mundo sombrio (Thor: the dark world, 2013)
  • Thor (2011)
  • A árvore do amor (Shan Zha Shu Zhi Lian, 2010)
  • Tron: O legado (Tron: Legacy, 2010)
  • Resident evil 4: Recomeço (Resident evil: Afterlife, 2010)
  • O chamado 2 (The ring two, 2005)
  • Lara Croft: Tomb raider (2001)
  • It – Uma obra prima do medo (It, 1990)

Era melhor ter visto o filme do Pelé

  • O rei do show (The greatest showman, 2017)
  • Onde está Segunda? (What happened to Monday, 2017)
  • Liga da Justiça (Justice League, 2017)
  • Passageiros (Passengers, 2017)
  • A múmia (The Mummy, 2017)
  • Alien: Covenant (2017)
  • Nunca diga seu nome (The bye bye man, 2017)
  • O jantar (The dinner, 2017)
  • O culto de Chucky (Cult of Chucky, 2017)
  • 1922 (2017)
  • Selva (Jungle, 2017)
  • A casa de vidro (The glass castle, 2017)
  • Um limite entre nós (Fences, 2016)
  • Sete minutos depois da meia-noite (2016)
  • A garota no trem (The girl on the train, 2016)
  • O nascimento de uma nação (The birth of a nation, 2016)
  • A era do gelo: O big bang (Ice age: Collision course, 2016)
  • Ben-Hur (2016)
  • O último capítulo (I am the pretty thing that lives in the house, 2016)
  • Nightworld (2016)
  • Meu nome é Ray (About Ray, 2016)
  • Minha mãe é uma peça: o filme (2013)
  • Thor: o mundo sombrio (Thor: the dark world, 2013)
  • Resident evil 5: Retribuição (Resident evil: Retribution, 2012)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s