Miniaturas de embarcações regionais

São Luís – Casa de Nhozinho

No meu passeio por São Luís, aproveitei para visitar alguns dos museus que ficam no centro histórico da cidade – a maioria com entrada gratuita. Os que mais me agradaram foram o Museu Histórico e Artístico do Maranhão, que reproduz uma casa da alta sociedade nos séculos XVIII e XIX, e a Casa do Maranhão, voltado para a cultura popular do estado, em especial as festas de Bumba Meu Boi. Embora não seja tão bem organizado quanto os anteriores, a Casa de Nhozinho também merece uma visita pelo seu acervo e pela própria arquitetura do edifício.

Rua Portugal
Rua Portugal

O museu se encontra na Rua Portugal que, apesar de ter menos de 200 metros, é uma das principais vias do centro histórico. Ali, concentravam-se os estabelecimentos mais importantes da época colonial. Nos dias atuais, possui diversas lojas e prédios de repartições públicas. Ainda há espaço para atrações culturais, como o Museu de Artes Visuais, que não cheguei a visitar, e a Casa de Nhozinho.

Com a fachada do sobrado toda coberta por azulejos azuis, o museu se destaca na rua e é um dos mais importantes exemplares da arquitetura colonial na região. O nome do museu é uma homenagem a Nhozinho, um dos primeiros artesão a representar a festa do bumba-meu-boi em miniaturas.

Fachada da Casa de Nhozinho
Fachada da Casa de Nhozinho

Antônio Bruno Pinto Nogueira, mais conhecido como Nhozinho, nasceu em 1904, em Bacuripanã, município de Cururupu situado no litoral norte do estado do Maranhão. Sua infância foi normal até os 12 anos, quando foi identificado que tinha uma doença degenerativa que viria a lhe comprometer os movimentos. Apesar disso, demonstrou habilidades manuais na fabricação de brinquedos e confecção de miniaturas diversas para uso próprio ou para presentear quem o visitava.

Aos 32 anos, após o falecimento de seus pais, Nhozinho se mudou para São Luís com a irmã. Ao contrário do que se possa imaginar, ele não morou nessa casa. Apesar do avanço da doença, ele não interrompeu a sua produção, mas substituiu a matéria prima de madeira para o buriti, extraído das palmeiras da região, mais macia e maleável para o corte. Durante os primeiros anos na capital, viveu em relativo anonimato, até receber a encomenda de 50 caixas de costura de uma fábrica. A partir de então, diversificou seu repertório e clientela, conseguindo viver de sua arte.

Roda de bumba-meu-boi
Roda de bumba-meu-boi

A partir dos anos 1940, sua obra começou a chamar a atenção de pesquisadores, intelectuais e formadores de opinião influentes no mundo da arte e da cultura popular. Um dos destaques de sua obra são os bonecos que, no auge da carreira artística do artesão, ampliou-se em referências ao bumba-meu-boi. Essa brincadeira, outrora proibida, ganhava àquela época a condição de expressão máxima da cultura e identidade maranhenses. Nhozinho se inspirava principalmente nos bois do sotaque de costa-de-mão, característico de Cururupu.

Junto ao reconhecimento pelo seu trabalho, que ganhou espaço em coleções de museus nacionais e no exterior, veio o agravamento de sua doença e o falecimento aos 70 anos de idade.

Exposição de peças de cerâmica e sua produção
Exposição de peças de cerâmica e sua produção

Além das obras do artesão, há exposições de peças provenientes de diversas técnicas, objetos e artefatos do cotidiano regional, como pilões, carros de boi, utensílios de pesca, miniaturas de embarcações, trajes de festas populares e artesanato indígena.

A visitação é gratuita e pode ser feita por conta própria ou com o acompanhamento de um guia do local, que dará mais detalhes sobre cada uma das salas percorridas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s