Localização de Lima no Mapa Mundi

Lima – Geografia e clima

Lima é a capital e maior cidade do Peru e está localizada na planície costeira, às margens do Oceano Pacífico. O ponto central fica a 15km da costa, próximo ao Rio Rímac, de importância vital para a cidade pois, além ser fonte de água potável, movimenta as hidrelétricas que geram a energia para a metrópole. O terreno se eleva à medida que se aproxima das montanhas, chegando a 1.550 metros acima do nível do mar.

Com o crescimento e a aglutinação de vários distritos, Lima já possui mais de 10 milhões de habitantes em sua região metropolitana. Sua população é uma mistura de diferentes raças e grupos étnicos, a maioria descendente de ameríndios e europeus, mas também com a presença de africanos trazidos para o continente como escravos, na época da colônia, e asiáticos, que imigraram nos séculos XIX e XX.

Apesar de estar localizado na região dos trópicos e em uma área desértica, Lima possui temperaturas amenas devido à sua proximidade das geladas águas do oceano, sendo classificada como um clima semiárido com temperaturas subtropicais.

Neblina sobre a cidade
Neblina sobre a cidade

No começo do dia, a umidade relativa do ar é bastante alta, o que gera um fenômeno bem interessante na cidade: a presença quase insistente de uma neblina intensa e nuvens baixas, que deixa tudo com um ar meio bucólico e preguiçoso. No verão, esse fenômeno costuma se dissipar ao longo do dia, mas pode persistir no inverno.

O inverno, entre junho e outubro, é marcado por céus acinzentados e é comum que a cidade fique com o clima nublado por mais de uma semana. A ausência do sol faz com que a população local vá para os vales andinos. A temperatura no inverno varia muito pouco entre o dia e a noite.

Parque Beato Marcelino Champagnat
Parque Beato Marcelino Champagnat

No geral, Lima tem poucas horas de sol, o que é incomum para uma cidade nessa latitude. Mas, com alguma sorte, você pode presenciar um espetáculo do pôr-do-sol, que tinge o céu com as fortes cores laranja, rosa e vermelho, o que é chamado pela população local de cielo de brujas (céu das bruxas).

O verão, de dezembro a abril, também não apresenta grandes variações de temperatura entre o dia e a noite. Isso acontece mais nos meses de transição entre as duas estações, maio e novembro.

Embora a umidade relativa do ar seja alta, praticamente não chove na cidade. Isso se deve à grande estabilidade atmosférica. A falta de chuva tem impacto direto no fornecimento de água, que vem basicamente de poços e dos rios que descem dos Andes. No inverno, a precipitação acontece em forma de um fino chuvisco, o que chamam lá de garúa (a nossa garoa). No verão as “chuvas” (bem entre aspas mesmo) são isoladas, curtas e bem fraquinhas, ocorrendo geralmente no período da tarde e noite, quando o restinho das tempestades andinas consegue chegar até a costa.

Rota de evacuação em caso de tsunami
Rota de evacuação em caso de tsunami

O clima estável só é perturbado pelos fenômenos relacionados ao El Niño, que pode traz variações irregulares para o vento e a temperatura da água do mar. Também há o histórico problema com terremotos. É possível observar em vários prédios as placas sobre como proceder na ocorrência de abalos sísmicos e, nas ruas, para onde correr em caso de tsunamis. Todos os prédios históricos que visitei tinham alguma passagem relacionada a terremotos, visto que era necessário realizar reformas. Mas os terremotos não são muito frequentes. As grandes destruições, dessas de arrasar mesmo com a cidade, ocorreram nos anos de 1687, 1746 e 1940. Obviamente, as construções atuais são mais bem preparadas para resistir a essas manifestações furiosas da natureza. Ou assim se espera.

Gráfico com médias do clima
Gráfico com médias do clima

No geral, a visita a Lima é liberada em qualquer mês do ano. O clima fechado, embora não seja muito interessante para quem quer tirar fotos das paisagens, não representa nenhum problema nos passeios, pois quase nunca chove. A temperatura também não varia muito ao longo do ano e é bastante agradável. A duração do dia também é estável. Em resumo: vá a qualquer momento, torça por dias de céu aberto e boa sorte com os terremotos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s