Vista do topo da Torre Eiffel

Paris – Subindo a Torre Eiffel

Já fiz postagens sobre como comprar ingressos antecipados, como chegar e os arredores da Torre Eiffel. Agora vem a parte mais prática: o passeio em si. Esse tema é bem simples, papo reto. Se você já comprou os ingressos online, você não precisa ficar na fila da bilheteria, obviamente. Já ganhou tempo, parabéns! Caso contrário, escolha se quer subir de escada (só até o segundo andar) ou de elevador (até o segundo andar ou até topo) e pegue a fila correspondente, que pode demorar minutos ou horas, dependendo da época do ano e do dia. Eu avisei.

A torre Eiffel abre absolutamente todos os dias do ano. Pelo menos essa é a ideia, já li notícias de fechamento por um ou outro motivo, mas é bem raro. A página oficial também fala que o acesso ao topo da torre pode ser interrompido em caso de condições climáticas extremas. Vai saber? Os horários são os seguintes:

1° de janeiro – 14 de julho9h30 – 23h45
Última subida 23h
Última subida até o topo 22h9h30 – 18h30
Último acesso 18h

Todos os dias Elevadores Escadas
15 de julho – 1° de setembro 9h – 0h45
Última subida meia noite
Última subida até o topo 23h
9h às 0h45
Último acesso meia noite
2 de setembro – 31 dezembro 9h30 – 23h45
Última subida 23h
Última subida até o topo 22h
9h30 – 18h30
Último acesso 18h

Lembrando que para entrar nesses últimos horários você tem que se programar para chegar um pouco antes para comprar ingressos se ainda não os tiver. De qualquer maneira, não acho que vale a pena chegar quando o lugar já está quase fechando e ter que fazer seu passeio com tempo contadinho para ir embora. Só em último caso. Outras coisas importantes para se observar é que não tem armários para deixar seus pertences na Torre Eiffel e eles não permitem a entrada com malas ou bolsas muito grandes, já que isso atrapalha a circulação das pessoas. Também não são permitidos animais que não sejam catioros guias.

Estimativa de tempo de espera para comprar ingressos e subir a Torre Eiffel

Para se ter uma ideia dos períodos de baixa e alta visitação e o tempo previsto de espera (para quem não comprou ingresso antecipado online), veja o quadro postado na página oficial da atração para 2016. Se possível, vá em um dia mais tranquilo. Na verdade, acho digno consultar essa tabela até para comprar antecipado, porque mesmo que você não fique horas esperando na fila, quanto mais vazia estiver a torre, melhor. Fica a dica.

Vencidas essas barreiras burocráticas, é hora de subir na torre e fazer seu passeio. São três elevadores que saem dos pilares, norte, leste e oeste da torre e fazem esse primeiro trajeto. O vídeo acima mostra as subidas passando pelo primeiro e pelo segundo piso. O trajeto recomendado é o seguinte: vai direto para o topo da torre e deixa para visitar o resto na volta. Não exatamente direto, porque você tem que trocar de elevador no segundo piso. Eu achei a subida para o sommet, mostrada no vídeo abaixo, mais interessante. A ascensão de 180 metros é mais reta e menos chacoalhante. A vista desse elevador também é melhor.

A vista de qualquer um dos andares da Torre Eiffel é ótima porque Paris é uma cidade bem plana. Mas não tem como negar que é melhor ver tudo mais do alto. O topo da torre Eiffel tem dois níveis: um tem teto e o outro é ao ar livre. Também lá em cima está o escritório de Gustave Eiffel restaurado às suas características originais, inclusive com bonecos de cera que representam o criador da torre, sua filha Claire e o famoso inventor americano Thomas Edison.

Vista do topo da Torre Eiffel
Vista do topo da Torre Eiffel

No topo também está o Champagne Bar, onde se pode comprar bons drinks para brindar o passeio. Obviamente não é nada barato, mas pode ser romântico, vai! Você pode ficar no topo da torre de bobeira quanto tempo quiser, inclusive esperar para ver o pôr-do-sol. Mas, se você pretende visitar outros pontos turísticos no mesmo dia ou tem compromisso, observe a quantidade de pessoas no local e leve em consideração que a descida não é tão rápida assim. A única opção para sair do topo da torre é por elevador, então é comum que se forme uma fila para descer.

Vista do segundo andar da Torre Eiffel
Vista do segundo andar da Torre Eiffel

Além de apreciar a paisagem e tentar identificar os outros pontos turísticos de Paris, o segundo andar da torre tem exposições de fotos. Lá também está o restaurante Jules Verne, com menu contemporâneo francês e vinhos, além da vista panorâmica para a cidade. É preciso fazer reserva antecipadamente direto na página do restaurante (h). Lá você também pode acessar o menu, com opções de refeição (entrada, prato principal e sobremesa) ou menu degustação. Não se iluda, é caro, é fino. Tem até elevador exclusivo para subida até o restaurante. Para quem procura opções mais em conta, tem lanches, macarrons e bebidas sendo vendidas no segundo e no primeiro andar.

Do segundo andar da torre você tem duas opções: descer de escada ou pegar o elevador. Nesse caso eu acho que a melhor opção é descer de escada porque você vai querer parar no primeiro andar para ver o que tem por lá. Não é cansativo e você pode ver a estrutura com mais calma, reparando nos detalhes, contando cada um dos milhares de parafusos usados, enfim.

Vista do primeiro andar da Torre Eiffel
Vista do primeiro andar da Torre Eiffel

O primeiro andar tem a vista mais fraquinha comparado aos outros, por ser mais baixo, mas tem outras opções de coisas para fazer. A mais nova atração é a parte com piso de vidro, em que as pessoas sem medo de altura podem caminhar e ver o povo lá embaixo. A loja de souvenirs com vários produtos focados nos bolsos dos turistas fica nesse andar, além do restaurante 58 Tour Eiffel. Durante o dia, as refeições são levadas à mesa em uma cesta de piquenique. Já a noite, o clima é mais íntimo à meia luz, à sós, à toa. As reservas podem ser feitas online nesta página. para dois horários no almoço (12h ou 13h30) ou jantar (com mais opções de horário, mas bem mais caro).

Fila para descer de elevador
Fila para descer de elevador

Para terminar sua visita e ir embora você tem, mais uma vez, as opções de descer de elevador ou de escada. Para ir embora de elevador você teria que pegar outra fila – essa é um pouco mais lenta porque algumas pessoas não descem do elevador nesse andar, vão embora direto do segundo nível. A descida de escada, embora não seja a coisa mais cansativa do mundo, já fica meio entediante nesse ponto do passeio. A escolha é sua!

Porta-copos "Les attractions touristiques"

A Torre Eiffel e outros destaques de paris estão retratados nos porta-copos Les attractions touristiques, disponíveis na loja Viajento como parte da Coleção França.

Anúncios

5 comments

  1. Adorei as dicas do post, estava procurando umas informações e só achei aqui! Só fiquei em dúvida sobre o primeiro andar, é possível descer de elevador, né? Mas o elevador é o mesmo que desce do segundo andar?

    Obrigada 🙂

    Curtir

      1. Entendi… Vou parar na descida mesmo, assim dá para aproveitar a pista de patinação depois! Obrigada!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s