Bondinho do Pão de Açúcar

Rio de Janeiro – Bondinho do Pão de Açúcar

Rio de Janeiro é uma dessas cidades que eu já fui várias vezes, mas nem sempre faço passeios turísticos – tem muita coisa lá que eu ainda não conheço, mas acredito que já fui nas principais atrações. O bondinho do Pão de Açúcar eu já tinha pegado uma vez na vida, mas há muitos anos atrás. Agora que eu estava com um grupo de amigos interessados no passeio, resolvi acompanhar.

Em 1908, na ocasião da Exposição Nacional em comemoração ao primeiro centenário da abertura dos portos brasileiros às nações amigas, Augusto Ferreira Ramos teve a ideia da construção do teleférico no Rio de Janeiro. Inaugurado em 1912, o bondinho foi apenas o terceiro do mundo – já existiam um no Monte Ulia, na Espanha e um em Wetterhorn, na Suíça.

No Brasil, os primeiros carros eram de madeira e foram utilizados por 60 anos. O primeiro trecho inaugurado era até o Morro da Urca, com apenas uma via. Em 1951, um acidente ocorreu quando um dos cabos que sustenta o bonde se partiu, deixando 22 pessoas dentro do carro penduradas por apenas um cabo. Um dos mecânicos a bordo escalou o veículo e continuou o caminho até o Morro da Urca pendurado pelo cabo. MEDO. Lá ele ajudou a construir um segundo bonde para resgatar os passageiros – 12 mulheres, 6 homens e três crianças – num processo que durou cerca de 10 horas. Em 1972, um segundo cabo foi instalado, permitindo que um bondinho faça a viagem de subida enquanto o outro desce. Também foram feitas novas cabines, o que expandiu a capacidade de passageiros de 22 para 75. Atualmente, para aumentar o conforto, as viagens são feitas com o máximo de 65 pessoas.

Tabela de preços na bilheteria do Bondinho em 2015
Tabela de preços na bilheteria do Bondinho em 2015

Eu tinha na minha cabeça que esse era um passeio mais caro, então tive a grata surpresa de chegar lá e descobrir que não era assim tão absurdo (na minha opinião) e, melhor ainda, é possível pagar meia se você for idoso, estudante, portador de necessidades especiais ou ter entre 6 e 21 anos. Dá para comprar o ingresso na bilheteria – quando eu fui não tinha fila nenhuma – ou antecipadamente pela internet. Eu não acho que vale a pena comprar com dias de antecedência, porque você nunca sabe mesmo como vai estar o clima. Quem confia em previsão de tempo para mais de dois dias? Eu não. Independente de como decidir comprar, preste atenção para não perder o bilhete, pois ele precisa ser apresentado em todos os embarques.

A primeira viagem é da Praia Vermelha até o Morro da Urca, com extensão de 528 metros e altura de 220 metros. A velocidade é regulada e pode chegar a 6 metros por segundo, com o trajeto durando cerca de 3 minutos – quando você assusta já chegou. O bonde do Rio de Janeiro tem formato de bolha, com vista de todos os lados. Mas, obviamente, algumas pessoas tem que ficar na parte central do carro e ficam com a visão prejudicada. Eu recomendo prestar atenção e tentar ficar no começo da fila para entrar primeiro no bonde e já pegar um bom lugar. A não ser que você tenha medo de altura. Mas nesse caso, melhor ficar na praia mesmo. Enfim.

Passeio de helicóptero
Passeio de helicóptero

Ao final do primeiro trajeto você desce no Morro da Urca, onde se tem vários pontos de observação e trilhas curtas. Além disso, o local está equipado com café, lanchonete, restaurante, barracas de lembrancinhas e uma área para crianças. Tem também um helicóptero que faz passeios panorâmicos pela cidade pra quem tem dinheiro sobrando.

Foto-montagens maravilhosas vendidas no Morro da Urca
Foto-montagens maravilhosas vendidas no Morro da Urca

Eu não resisto a postar isso. Eles vendem por FINTCHY DILMAS essas fotos maravilhosas SQN de montagens dos turistas pendurados nos cabos do bondinho, no Cristo Redentor e em outros pontos da cidade. Eu quero acreditar que quem paga por isso está fazendo de zueira, porque está viajando com os amigos e quer ter uma lembrança engraçada. Mas sei lá, não duvido de nada nessa vida.

Bondinho do Pão de Açúcar
Bondinho do Pão de Açúcar

De qualquer maneira, depois de já ter feito tudo o que queria no Morro da Urca, segue-se o passeio. Em 1913, a rota do bondinho foi expandida com a inauguração do segundo trecho, que vai até o Pão de Açúcar. Aí são 750 metros de extensão, também percorridos em cerca de 3 minutos, quando se chega a uma altura de 396 metros.

Vista do Pão de Açúcar
Vista do Pão de Açúcar

O espaço lá em cima é menor, então tem menos coisas para se fazer – algumas partes estavam em reforma quando eu fiz essa visita, em 2015. Mas é mais para observar a vista mesmo então, feito isso, pega-se o bondinho de volta para o Morro da Urca e outro para a Praia Vermelha.

Esse é um passeio que eu recomendo fazer. A vista é muito linda e a experiência de andar de bondinho panorâmico suspenso por cabos para o alto de uma montanha não é para qualquer lugar. O ingresso não é um absurdo de caro e, se você quiser economizar, pode levar seus próprios lanches lá pro alto sem nenhum problema.

Vista do Pão de Açúcar em dia nublado
Vista do Pão de Açúcar em dia nublado

Uma dica importante: ao planejar esse passeio, veja como está o clima no dia. O ideal é, assim como no Cristo Redentor, ir com o céu limpinho. Eu fui em um dia com poucas nuvens e, mesmo assim, em determinado momento, a vista ficou totalmente bloqueada. Não se vê nada. Mesmo. Imagina ter que subir/descer no bondinho sem enxergar um palmo na sua frente – o que deve dar a sensação de estar em um filme de terror – e chegar lá em cima e não aproveitar a vista, que é o objetivo principal? Eu não pagaria por um passeio assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s