As Aventuras de Paddington 2

As aventuras de Paddington 2 ★★★★☆

Título original: Paddington
Ano: 2018
Direção: Paul King
Elenco: Hugh Bonneville, Sally Hawkings, Brendan Gleeson, Julie Walters, Jim Broadbent, Peter Capaldi, Hugh Grant e Ben Whishaw

Paddington é aquele tipo de personagem muito fácil de amar. É um urso fofo e inocente que merece todo o carinho e atenção do mundo, já que desperta os melhores sentimentos nas pessoas que estão à sua volta. Ao mesmo tempo, é rodeada por conflitos gerados pelas confusões que causa.

Um urso chamado Paddington

O personagem foi criado por Michael Bond no final dos anos 1950 e tornou-se um clássico da literatura inglesa, além de ter sido traduzido em cerca de 30 línguas. Eu encontrei alguns deles na Amazon.com brasileira. Imagino que outros sejam lançados em breve.

Um urso chamado Paddington (A bear called Paddington, 1958)
Os segredos de Paddington
(More about Paddington, 1959)
Paddington tenta ajudar
(Paddington helps out, 1960)
Paddington na França
(Paddington abroad, 1961)

Um urso chamado Paddington

Mas vamos ao assunto principal da postagem. Como vocês podem ter percebido pelo meu entusiasmado texto anterior, eu gostei muito do primeiro filme. Sabe aquela sessão da tarde bem gostosa, que te diverte genuinamente e ainda consegue emocionar? Foi isso. Esse segundo filme continua na mesma trajetória, já que possui o mesmo diretor e a volta de praticamente todos os atores – só ficaram de fora aqueles que saíram da trama porque tiveram as suas trajetórias incluídas no primeiro filme.

Paddington é um urso adorável
Paddington é um urso adorável

Paddington continua sendo um dos personagens animados mais bem realizados, na minha opinião. Não apenas os efeitos visuais são muito bem feitos, com perfeita inserção do urso nas imagens gravadas e interações com os atores, mas também no cuidado com a animação de seu gestual e, principalmente, expressões faciais. Alegria, surpresa, tristeza, decepção, raiva, desespero, dor, amor. O pessoal que trabalhou na animação desse filme conseguiu colocar isso no personagem de uma maneira tão eficaz que você realmente acredita na sua existência.

O ator Hugh Grant é uma das novidades no elenco
O ator Hugh Grant é uma das novidades no elenco

O elenco continua todo muito bem, inclusive as crianças, que cresceram bastante nesses poucos anos que se passaram. A principal nova adição à equipe foi o Hugh Grant que, ironicamente, faz o papel de um ator que já viveu seus dias de glória e agora tenta reerguer a carreira. O papel rendeu ao veterano algumas indicações e até prêmio de melhor ator coadjuvante no circuito britânico.

O elenco original está de volta
O elenco original está de volta

Uma coisa que me incomodou, entretanto, é que outros personagens que foram inseridos na história não foram tão bem trabalhados, como os novos amigos de Paddington. Além disso, os personagens já existentes tiveram um pouco menos de destaque. Talvez seja porque uma boa parte do encanto do primeiro filme tenha sido conhecê-los e isso, já tendo sido estabelecido antes, ficou um pouco de lado.

Assim como no primeiro longa, a maior parte da história se passa em Londres. Uma das sequências mais bonitas é aquela que mostra a cidade feita com pinturas e recortes em papel, daqueles livros que, quando você abre, a página se desdobra criando uma estrutura em 3d. Como eu sou fã de todo tipo de animação, fiquei deslumbrado com essas imagens! Também rolaram algumas referências cinematográficas, como a cena em que Paddington passa entre alguns mecanismos, o que me lembrou muito Tempos Modernos, do Charles Chaplin.

O filme se passa na cidade de Londres
O filme se passa na cidade de Londres

Ainda que não tenha superado o primeiro, na minha opinião, é um filme muito divertido, com aquele humor tipicamente britânico que eu amo, ótimas referências ao filme anterior e a mesma qualidade técnica. O roteiro é inteligente o suficiente para inserir questões como problemas com o avanço da idade, criminalidade, autoestima na adolescência, pobreza e abandono e outros problemas de maneira sutil, que só serão percebidas pelos mais atentos. Espero realmente que venham outras sequências nos próximos anos. Material para isso não falta, já que são dezenas de livros lançados.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s