Babalu Heladería Artesanal

San Pedro de Atacama – Babalu Heladería Artesanal

Restaurantes tem em todo canto em San Pedro de Atacama. Já sorveterias, nem tanto. Aliás, eu realmente só me lembro dessa, com duas unidades na Rua Caracoles, que é a principal do centro da cidade.

Como estamos falando de uma cidade no deserto e faz bastante calor durante o dia, não tem nada melhor do que se refrescar com uma coisa geladinha. Além do mais, o sorvete serve como sobremesa. Aliás, vou parar de escrever justificativas porque ninguém precisa de desculpa pra tomar sorvete: é gostoso e pronto.

Sabores regionais dos sorvetes artesanais
Sabores regionais dos sorvetes artesanais

Os sabores disponíveis podem variar de um dia para o outro, mas sempre tem algumas coisas regionais que você dificilmente vai encontrar aqui no Brasil. Eu, pelo menos, nunca tinha ouvido falar de sorvetes de hoja de coca (folha de coca), algarrobo (alfarroba), rica-rica (erva medicinal), ayrampo (cacto) e quinoa (ou quinua). Como a gente não tem muita noção do sabor de algumas dessas opções, eles deixam que você experimente antes de comprar. Todos os sorvetes são artesanais – alguns são feitos com leite, outros com água e sem açúcar.

As folhas de coca são usadas para fazer um monte de coisas nessa região, principalmente com o objetivo de aliviar os sintomas causados pelo mal de montanha. Além de mastigar a folha pura, o que eu experimentei fazer e achei bem desagradável, também é possível usar no chá, comprar balas, etc. Mas sorvete eu nunca tinha visto. Alfarroba eu não sabia e continuo sem saber o que é.

Rica-rica, erva medicinal
Rica-rica, erva medicinal

Rica-rica é uma dessas plantinhas que você vê e não dá nada por ela. Durante um dos passeios, o guia estava colhendo dessa erva no deserto e deu para a gente experimentar. Quando você aperta as folhas, já sai um aroma gostoso. Na boca, o gosto é parecido com menta, mas um pouco apimentado. Não é à toa que ela é usada como tempero em diversos pratos da culinária chilena, além de aparecer no pisco sour e também ser usada em chás com propriedade medicinal. O sorvete é bem refrescante!

Sorvete de semente de cacto
Sorvete de semente de cacto

Esse que eu peguei é de ayrampo e é bem leve e gostoso. Esse tipo de cacto é predominante no sul do Peru e da Bolívia, no norte do Chile e da Argentina. Isso acontece porque ele cresce com mais resistência entre os 3.000 e 4.000 metros de altitude acima do nível do mar. As flores e frutos são usados como corante na culinária. Essa cor vermelha (as mulheres dirão que é carmim) é natural e o sorvete é feito com as sementes. Achei bem gostoso!

Também provei o de quinoa, cereal originário dos Andes que já se popularizou no Brasil, que me lembrou um sorvete de tapioca. Enfim, vale muito a pena experimentar os sabores e decidir qual agrada mais o seu paladar para uma refrescância na calorosa tarde do deserto. Se você não estiver afim de se aventurar, elas também têm sorvetes mais tradicionais, como chocolate, maracujá, banana e outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s