Eataly de Nova York

Nova York – Eataly

O Eataly de Nova York abriu em 2010, pertinho da Madison Square, no 200 Fifth Avenue. Até agora eu só fui em duas das megastores da rede, em São Paulo e Nova York. Pelo que já pude perceber, trata-se de uma franquia padronizada, mas também adaptada à cultura da cidade em que se encontra, mesmo porque vendem muitos produtos locais – uma ótima desculpa para visitar todas.

_ Você já comeu nesse Eataly… ¬¬
_ Mas amor, eles são diferentes em cada lugar.
_ A comida é a mesma!
_ Olha aqui, eu estou indo e eu vou encher meu rabo de massa, se você não quiser me acompanhar, eu vou sozinho!! FLW VLW.1

The New York Times descreveu o local como uma “combinação de elementos de um movimentado mercado aberto europeu, um supermercado de alimentos integrais, uma praça de alimentação fina e um centro de aprendizagem moderno”. Atualmente, existem 29 lojas espalhadas pelo mundo: 15 na Itália, 9 no Japão, 2 nos Estados Unidos, 1 em Dubai, 1 em Istambul e 1 no Brasil. E, com todo o sucesso que fazem, devem ter várias outras em planejamento – li na internet que devem abrir mais duas em Manhattan, uma em downtown e outra em uptown.


Ambiente ★★★★★

Ambiente descontraído no Eataly, em Nova York
Ambiente descontraído no Eataly, em Nova York

O Eataly de Nova York tem os corredores mais apertadinhos, as lojas dsitribuídas de acordo com a arquitetura do prédio, então parece bem mais confuso. Não dá para ter uma visão geral do ambiente e identificar facilmente para onde você quer ir, como é na unidade de São Paulo, que é bem mais aberta e clean. Mas não vou dizer que é um defeito porque isso torna o ambiente mais descontraído, tem até umas partes com cara de mercadão SQN. Nos restaurantes você tem opção de comer em pé nessas bancadas, sentar em uma mesa ou no balcão de frente para a cozinha. Sempre rodeado de vários produtos lindos, muito amor.

Você pode sentar na bancada da cozinha no Eataly
Você pode comer na bancada da cozinha no Eataly

Para economizar tempo, sentamos junto à bancada da cozinha em vez de esperar por uma mesa. É interessante sentar com essa vista para observar a dinâmica do preparo da comida. Ainda dá pra ficar de olho na higiene do lugar – nada a reclamar. E esse pessoal não para nem por um segundo, não é a toa que os pratos ficam prontos rapidinho.

Mercado do Eataly, em Nova York
Mercado do Eataly, em Nova York

Serviço ★★★★★

Assim como na maioria dos restaurantes, você precisa esperar para ser acomodado. Se estiver tudo cheio, basta colocar seu nome na lista de espera e você pode até dar uma volta que eles te ligam no celular quando a mesa estiver disponível (como eu não peguei um chip americano nessa viagem, não utilizei essa opção e fiquei esperando mesmo). Nas lojas e no mercado tem também funcionários para informar sobre os produtos, você é bem atendido em todos os lugares, tudo certinho.


Preço ★★★★★

Preços de um dos restaurantes do Eataly, em Nova York
Preços de um dos restaurantes do Eataly, em Nova York

Eu fui no Eataly de Nova York em julho de 2015 e achei os preços justos. Claro que o dólar aumentou muito para nós, brasileiros, e a gente fica convertendo tudo para ver se vale a pena – não está sendo fácil (CEGA, Kátia). Mas não é um lugar com preços exorbitantes. E, mesmo que você não queira gastar para comer lá, vale a pena entrar só pra conhecer e dar uma de “estou só olhando, obrigado”. Mentira, você nunca vai ter que falar isso porque lá as pessoas não ficam te encarando com cara de “você não vai comprar nada?”. Pode passear à vontade, tirar várias fotos e depois sair de mãos abanando.


Comida ★★★★★

Lasanha à bolonhesa do La Pasta
Lasanha à bolonhesa do La Pasta

Assim como em São Paulo, as refeições no Eataly de Nova York são separadas por segmento. Vou me permitir copiar e colar esse texto. Por exemplo, para comer uma pasta você deve ir ao La Pasta, refeições vegetarianas são servidas no Le Verdure, quem curte frutos do mar pode ir ao Il Pesce, o café é servido no Caffè Lavazza e por aí em diante. Tem opção para todos os gostos. Para conferir todos os restaurantes, acesse a página do Eataly. Eu comi um Quadrati no La Pasta e estava divino! É um ravioli caseiro de ricota e espinafre, com manteiga de limão e pistache. Mas vem pouco, mal dá pra tampar o buraco do dente. Eu sou gulosa e quero tudo que você pode dar (FAMILY, Fat). Já meu namorado optou pela Pasta al Forno, essa lasanha à bolonhesa da foto, que também estava muito gostosa (mas não tanto quanto o meu prato). Além de fazer a refeição no local, tem vários produtos no mercado, com destaque para as massas frescas, queijos, hortifruti selecionado, bebidas, produtos importados e artesanais.

Restaurante La Pasta
Restaurante La Pasta

Resumo ★★★★★

Vale a pena passar no Eataly mesmo que seja para conhecer o ambiente, os produtos e passear pelo local. Mas, se estiver disposto a gastar um pouco (e não é caro), recomendo experimentar a comida, é deliciosa!


1 Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s