La Plage Beach Park

Arraial d’Ajuda – Barraca La Plage Beach Club

Minha viagem para Arraial d’Ajuda teve como objetivo mais descansar em uma agradável cidade de praia do que fazer turismo. Por isso mesmo, fiquei mais quieto na casa de temporada em que eu estava hospedado e curtindo a Praia do Mucugê, que é a mais próxima da cidade. Embora não seja a mais famosa e bonita, certamente é bastante agradável, tendo como principais vantagens não precisar de carro para chegar e possuir uma boa estrutura de barracas. Entre elas, a que eu mais frequentei foi a La Plage Beach Club.


Ambiente ★★★★★

Para uma praia que fica dentro da cidade, achei a Mucugê uma ótima opção para passar o dia (ou vários). A água é limpa e gostosa – só tinha algumas algas onde a onda arrebenta, o que é algo natural, mesmo porque há um grande recife ali. Mas não via lixo jogado no chão e a faixa de areia era bastante extensa em alguns horários, dependendo da maré.

Barracas junto ao mar
Barracas junto ao mar

A estrutura da barraca também era muito boa, contando com diferentes ambientes. As mesas que ficam exatamente de frente para a praia geralmente são as mais disputadas, já que a gente gosta de ficar olhando para o mar. Além disso, são boas para as famílias, já que os adultos podem ficar prestando atenção nas crianças que estão brincando na areia ou dentro do mar. Na maioria dos dias foi ali que eu sentei, aproveitando ao máximo a sombra generosa do guarda-sol e usando as cadeiras para me secar quando saía da água.

Cofre para itens pessoais de valor
Cofre para itens pessoais de valor

Já na linha de trás tinham essas camas de casal bem espaçosas, ótimas para deitar e esquecer da vida. Apesar de serem estruturas maiores e que comportam mais pessoas, já que têm a cama e mais algumas cadeiras, eu acabei usando também só eu e meu namorado porque fiz essa viagem fora de época e estava bem tranquilo durante a semana. Imagino que durante as férias e feriados seja bem mais disputado. Um diferencial delas que eu gostei é que tinha esse cofre na parte de trás, daí podia deixar algumas coisas mais importantes como carteira e celular trancados e não correr o risco de ser roubado ou perder, principalmente quando entrava no mar. O cadeado é fornecido pelos funcionários da barraca. Dito isso, não vi nenhum movimento suspeito ou pessoas sendo furtadas. Mas é sempre algo que pode acontecer, principalmente nos dias de grande movimento, então não custa nada usar e garantir a segurança.

Ambiente coberto com mesas de almoço
Ambiente coberto com mesas de almoço

Já na parte coberta, que fica na parte de trás, eu só fiquei realmente em duas ocasiões e, mesmo assim, em momentos específicos. Uma vez foi quando deu uma dessas rápidas chuvas de verão, que durou alguns minutos, e todo mundo correu lá para dentro para se abrigar. A outra foi quando pedimos uma refeição completa, que é servida nessas mesas por ter mais espaço e cadeiras da altura ideal para comer. Depois de ficar com a barriguinha cheia, voltei para a minha barraca com cama, mas para perto do mar. No mais, só passava ali para ir no banheiro ou me lavar na ducha de água doce.


Serviço ★★★☆☆

Também era nesse espaço coberto que ficava um D.J., mas o som chegava em todos os espaços, já que haviam algumas caixas espalhadas por todo o ambiente. Sinceramente, a presença de um profissional colocando músicas era irrelevante para mim, já que uma playlist faria exatamente o mesmo efeito. Além disso, era cobrado um couvert artístico opcional de seis reais por pessoa, o que pode encarecer bastante o valor final da conta. Já com relação ao atendimento, é aquilo que estamos acostumados em barracas de praia. À medida que aumenta o número de pessoas, os garçons ficam sobrecarregados e demoram mais a aparecer. Dito isso, achei as pessoas simpáticas e não tive problemas com pedidos que não chegaram ou levavam uma eternidade.

Barraca reservada
Barraca reservada

Uma coisa que eu reparei com relação ao serviço é que algumas mesas e as barracas com cama tinham uma placa de reserva. Na verdade, isso não quer dizer que o espaço esteja já destinado a um grupo. O que acontece é que eles dão preferência a acomodar nessas estruturas maiores as pessoas que irão pedir almoço na barraca. Realmente, não vale a pena dar o lugar para alguém que vai pedir alguns poucos drinks e ficar lá o dia inteiro sem gastar quase nada, então nem julgo.


Preço ★★★☆☆

Assim como as outras barracas da praia e também estabelecimentos na cidade, há sempre alguns funcionários pescando clientes, mostrando o cardápio, convencendo as pessoas a sentarem nas mesas e por aí vai. Eu não gosto desse tipo de abordagem, que costuma envolver alguma insistência, e, geralmente, passo direto. Mas eles oferecem algumas vantagens como preços especiais em bebidas e alimentos. Nesse caso, é bom prestar atenção e conferir o valor que veio na conta, pois pode ser que eles esqueçam de aplicar o desconto.

Cardápio de refeições
Cardápio de refeições

Não é cobrado nada para usar a barraca, como acontece em muitas praias. Também não tinha um valor mínimo de consumação nesses dias mais tranquilos de junho, antes das férias trazerem uma multidão de turistas. Em compensação, os preços de bebidas e alimentos são mais elevados do que na cidade justamente por estar na beira da praia. Por isso mesmo, algumas pessoas acabam optando por levar a sua própria cadeira e guarda-sol. Tem bastante espaço disponível na praia para isso, só é preciso estar atento à maré, que varia bastante durante o dia.


Comida ★★★☆☆

Eles falam que é proibido o consumo de comidas e bebidas de ambulantes nas dependências da barraca, mas vi todo mundo fazendo isso. Eu mesmo comprei daqueles queijos na brasa e outras coisas que passam vendendo. Mas daí a levar a própria bebida é outra história. O garçom me disse que cobravam um valor caso isso acontecesse e acredito que realmente não aceitem, mesmo porque não faria sentido utilizar a estrutura sem consumir.

Nada mais verão que uma caipirinha
Nada mais verão que uma caipirinha

Eu não estava levando absolutamente nada, pois não sou de beber cerveja e a compra de um ou dois drinks por dia já me deixava pleno. Algumas das coisas que pedi nos diferentes dias que fiquei no La Plage foram caipirinha, mojito e pina colada. Para quem quer beber mais, é interessante dar uma comparada nos preços dos estabelecimentos próximos, já que isso vai fazer uma diferença considerável no fim do dia.

Carne de sol com aipim
Carne de sol com aipim

Eu já tive a minha época de ficar o dia inteiro na praia, mas agora algumas horas curtindo o clima, o mar, lendo um livro ou conversando já me satisfazem e depois volto para casa. Ainda assim, sempre tem que rolar pelo menos um tira-gosto para dar aquela disfarçada na fome. Uma das opções que eu gostei bastante dessa barraca foi a carne de sol com aipim, que também podia ser pedida com fritas. A carne estava sempre muito macia e saborosa e a mandioca era de boa qualidade. Também achei bem servido para um aperitivo, daí eu só ia almoçar em casa um pouco mais tarde.

Isca de peixe e fritas
Isca de peixe e fritas

Já a isca de peixe eu confesso que não me agradou tanto, já que não estava com a casquinha tão crocante. Não que estivesse um desastre, mas gostei mais da que foi servida na Cabana Rosa dos Ventos, que fica exatamente ao lado e onde fiquei outro dia. Para acompanhar o peixe, também pedimos uma porção de batatas fritas, essa sim adequada para a sociedade, mas nada diferente do que estamos acostumados a comer em qualquer lugar.

Moqueca de badejo
Moqueca de badejo

No último dia de praia antes de voltar para a realidade, resolvemos aproveitar para experimentar a refeição completa. A escolha foi pela moqueca de badejo, que era apenas um pouco mais cara do que a do peixe do dia e a gente gosta mais. Pedimos o prato para duas pessoas e deu para comer bem, então acho que dava para dividir até em três se não estivessem com muita fome. A moqueca vem acompanhada de salada fresca, arroz branco e pirão – esse último eu sempre acho que vem pouco, não entendo por que os restaurantes sempre economizam nessa que eu acho uma das melhores partes do prato. Mas fiquei bem satisfeito de qualquer maneira, já que estava muito saboroso o peixe e o caldo.

Refeição completa
Refeição completa

Resumo ★★★☆☆

A Praia do Mucugê é uma ótima alternativa para quem quer curtir o mar, ficar de bobeira na areia e aproveitar a estrutura de uma barraca completa de praia sem ter que pegar carro, sair da cidade de Arraial d’Ajuda, se preocupar com estacionamento e todo o processo envolvido em passeios mais distantes. Eu gostei da La Plage Beach Club, tanto que voltei lá em diferentes ocasiões.

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s